Você conhece a origem dos nomes desses animais em português?

Diogo Arrais, professor de Língua Portuguesa do Damásio Educacional, explica a origem dos nomes de alguns animais

* Escrito por Diogo Arrais, professor de Língua Portuguesa do Damásio Educacional

De onde vêm os nomes dos animais? Basta recorrermos aos dicionários e a obras etimológicas para visualizarmos a relação etimológica com o Latim.

O próprio termo ANIMAL vem do latim animal, que representa tudo com vida, animado.

ABELHA
Deriva do latim apicula, por sua vez diminutivo de apis. Já o zangão recebeu esse nome por relação com o som de seu zumbido. Em Espanhol, zangão é zángano.

AVESTRUZ
O termo provém do espanhol avestruz (abestruz) formado pela junção de ave e estruz. Este último foi tomado de um antigo dialeto românico do sul da França, derivando do latim struthio, que vem do grego strouthión. O nome grego deste animal era strouthokámélos, em que strouthós quer dizer “pardal” e kámélos equivale a “camelo” (o avestruz seria, portanto, o pássaro-camelo). Vale citar que seu nome científico é Strutio camelus e que a criação de avestruzes é chamada no Brasil de estrutiocultura.

CACHORRO
Proveniente do latim catulus, que significa “cão pequeno”. Inicialmente, o termo era utilizado para qualquer tipo de filhote; com o tempo, passou a significar “filhote de cão” e, por fim, “cães”. Em Portugal, a acepção “filhote de cão”, para essa palavra, mantém-se.

QUAL A RELAÇÃO ENTRE “CAMELO” E “CAMELÔ”?
Em recente pesquisa etimológica, sobre Língua, na obra de Marcelo Duarte, não há absolutamente nada que ligue os termos. Camelô é o nome que se dá ao vendedor que instala sua barraca nas ruas, geralmente de forma provisória.

A palavra camelô provém do francês camelot, que se originou do árabe khamlat, nome de tecidos simples comercializados nas grandes feiras-livres do Oriente.

ELEFANTE
Proveniente do latim elephantus e tem como forma feminina “elefanta” ou “aliá” (nome que se dá à fêmea do elefante no Sri Lanka, antigo Celião). A palavra “elefoa” não é aceita em língua-padrão.

Um grande abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!

Diogo Arrais
@diogoarrais
Professor de Língua Portuguesa – Damásio Educacional
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s