5 dicas para conquistar um investidor-anjo

Especialista explica como aumentar as chances de conseguir investimento

Um dos primeiros obstáculos enfrentados por empreendedores que buscam investimento é não saber onde procurá-lo. Bancos, agências de fomento, entidades que colocam empreendedores e investidores em contato e grupos formados por empresários são alguns desses caminhos. Mas, ao chegar até esses investidores, existe mais uma barreira a ser transposta: a de convencê-los de que a ideia é inovadora e de que a empresa tem potencial de crescimento.

Na SP Anjos – grupo formado por 32 empresários experientes e dispostos a oferecer aporte financeiro e capital intelectual a empresas em estágio inicial –, dos 80 projetos recebidos por mês, mais da metade é descartada logo de cara. Das ideias que restam, apenas duas costumam atingir o objetivo final: conseguir apoio para fazer o negócio decolar.

“Startups voltadas às áreas de saúde, educação, e-commerce e sustentabilidade são as que mais têm chamado a atenção dos investidores”, diz Elcio Morelli, líder da SP Anjos. A seguir, ele explica o que os empreendedores podem fazer para aumentar as chances de conseguir investimento:

1. Ser comprometido
Demonstrar entusiasmo e, acima de tudo, envolvimento com o negócio é essencial para conquistar um investidor-anjo. Antes de apresentar a empresa, vale conversar com clientes, fornecedores e traçar um plano de negócio. “Dedicar parte do tempo a uma outra atividade é um ponto desfavorável”, diz Morelli

2. Apresentar uma ideia inovadora
Essa é uma das melhores formas de convencer o investidor-anjo de que a empresa poderá oferecer um bom retorno financeiro. No site da Anjos do Brasil – entidade que fomenta o crescimento do investimento-anjo com o intuito de apoiar o empreendedorismo –, existem alguns exemplos de empresas nascentes inovadoras. Entre elas, está uma startup que promete resolver o problema de quem tem dificuldades para encontrar calçados com a numeração 33/34, e um aplicativo que mede o nível de experiência do usuário com as operadoras de telefonia, monitorando o sinal do aparelho, a qualidade das ligações e os gastos mensais em ligações e SMS

3. Mostrar o potencial da empresa
É preciso apresentar a empresa de forma detalhada – o que inclui dados de mercado e fontes de receita. Outra dica importante é apontar para o investidor-anjo quem são os players de mercado para que ele vislumbre quais são as possibilidades no caso de uma futura venda ou fusão

4. Expor suas fragilidades
O empreendedor precisa mostrar para o investidor-anjo quais são as fragilidades dele e do projeto para que seja possível mensurar o aporte que deverá ser feito em capital intelectual

5. Estruturar a organização societária da empresa
Esse é um ponto que costuma consumir muito tempo e energia de ambos os lados. Portanto, consultar previamente um advogado e apresentar um modelo societário que mostre como será a participação dos sócios contará muitos pontos. Ser flexível também é fundamental para se chegar a uma negociação

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s