Alemanha cresce mais do que o previsto no primeiro trimestre

O consumo residencial, os gastos públicos e os investimentos privados aumentaram na comparação com trimestre anterior

A economia da Alemanha registrou um crescimento mais forte do que o previsto no primeiro trimestre, com uma alta de 0,7% do Produto Interno Bruto (PIB), graças à solidez de sua demanda interna, segundo os dados oficiais provisórios divulgados nesta sexta-feira.

Os analistas acreditavam em um crescimento de 0,5%, mas o resultado foi de 0,7% na comparação com o último trimestre de 2015, em dados corrigidos das variações sazonais, anunciou a agência federal de estatísticas Destatis.

A principal economia da Europa se beneficiou sobretudo da demanda interna, afirma a Destatis em um comunicado. O consumo residencial, os gastos públicos e os investimentos privados (principalmente na construção e em equipamentos) aumentaram na comparação com trimestre anterior.

As importações, no entanto, avançaram mais que as exportações, segundo a agência.

Em ritmo anual, o PIB alemão registrou alta de 1,3% entre fevereiro e março.

O governo alemão prevê para 2016 um crescimento de 1,7%.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s