Alemanha descarta crise no sistema bancário italiano

O governo italiano está tentado encontrar uma solução para ajudar seus bancos sem que sua intervenção seja considerada por Bruxelas uma ajuda pública

A chanceler alemã, Angela Merkel, descartou nesta quarta-feira uma “crise” no sistema bancário italiano, apesar dos temores de que os créditos duvidosos provoquem um novo terremoto financeiro na zona do euro.

“Há discussões intensas entre o governo italiano e a Comissão Europeia, e estou convencida de que as coisas se resolverão bem”, disse Merkel em uma de coletiva de imprensa em Berlim.

“Em geral não vejo uma crise se desenvolvendo”, garantiu.

O governo italiano está tentado encontrar uma solução para ajudar seus bancos sem que sua intervenção seja considerada por Bruxelas uma ajuda pública.

Ao mesmo tempo, quer evitar que os depositantes e os pequenos acionistas tenham que pagar um possível resgate.

O sistema bancário italiano, formado por mais de 700 entidades, tem problemas de capitalização e se calcula que tenha aproximadamente 360 bilhões de euros de créditos considerados “duvidosos”.

As ações dos bancos italianos caíram 55% ao longo do ano.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s