BC vê inflação estourando meta e reforça que não corta juros

Segundo ata do Copom, o BC informou que a projeção para 2016 tanto pelo cenário de referência quanto pelo de mercado é de inflação em torno de 6,75%

Brasília – O Banco Central vê a inflação fora da meta em 2016 e, para o próximo ano, no centro do objetivo dentro do cenário que considera a manutenção da taxa básica de juros em 14,25 por cento, segundo ata do Comitê de Política Monetária (Copom) divulgada nesta terça-feira.

No documento, no qual reiterou não haver espaço para reduzir a Selic, o BC informou que a projeção para 2016 tanto pelo cenário de referência quanto pelo de mercado é de inflação em torno de 6,75 por cento –acima da meta de 4,5 por cento pelo IPCA, com margem de dois pontos percentuais.

“Para 2017, a desinflação até a meta ocorre sob as hipóteses do cenário de referência. Entretanto, no cenário de mercado, a desinflação ocorre em velocidade aquém da perseguida pelo Comitê”, apontou a autoridade monetária.

Na semana passada, o BC manteve a Selic em 14,25 por cento ao ano, patamar que segue desde julho de 2015, na primeira reunião do Copom sob o comando de Ilan Goldfajn.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s