“Canário na mina de carvão” está piando fraco para economia

Exportações sul-coreanas tiveram uma nova queda em maio: entenda por que os economistas ficam atentos para esse dado

São Paulo – O canário na mina de carvão não parece muito saudável: em maio, as exportações da Coreia do Sul caíram pelo 17º mês consecutivo.

O tombo foi de 6% na comparação anual – melhor do que os 11,2% negativos registrados em abril, mas bem pior do que a queda de 0,4% prevista por economistas.

Eles olham para esse dado de perto porque ele é o primeiro número concreto a ser revelado entre as grandes economias. Por isso, foi apelidado pelo Goldman Sachs e pelo UBS de “canário na mina de carvão”.

É uma referência a uma tática usada pelos mineiros para monitorar o nível de gases tóxicos debaixo da terra. O canário era o primeiro a morrer, indicando que chegava a hora de fugir.

A economia da Coreia do Sul é bastante aberta e dependente da China e do Japão, segunda e a terceira maiores economias do mundo, respectivamente.

Sozinha, a economia chinesa absorve um quarto das exportações sul-coreanas. 

Como a China é central para a demanda global mas seus dados estão envoltos em incertezas (inclusive estatísticas), os analistas ficam de olho em qualquer pista sobre sua saúde econômica.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s