Cobre recua em Londres e NY com inflação fraca na China

Por volta das 9h40 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) recuava 0,8%, a US$ 4.922,50 por tonelada

São Paulo – Os futuros de cobre operam em baixa em Londres e Nova York, após novos dados fracos de inflação da China renovarem preocupações sobre o gigante asiático, que é o maior consumidor mundial de metais básicos.

A inflação anual ao consumidor chinês diminuiu para 1,3% em outubro, de 1,6% em setembro, ficando abaixo da previsão de uma taxa de 1,4%, segundo números divulgados no fim da noite de ontem.

Por volta das 9h40 (de Brasília), o cobre para três meses negociado na London Metal Exchange (LME) recuava 0,8%, a US$ 4.922,50 por tonelada. Na Comex, a divisão de metais da bolsa mercantil de Nova York (Nymex), o cobre para dezembro tinha baixa de 0,72%, a US$ 2,2140 por libra-peso, às 9h59 (de Brasília).

Alguns analistas, porém, preveem que novos cortes na oferta do cobre devam impulsionar o metal mais adiante.

“Com os preços nesses níveis baixos, cortes de produção maiores poderão ser anunciados e parece que eles serão necessários para conter a queda das cotações”, comentou o chefe de pesquisa da Fastmarkets, William Adams. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s