Emprego na indústria em agosto atinge menor nível da série

É a 6ª vez consecutiva que esse recorde é rompido este ano

Rio – O emprego na indústria voltou a atingir, em agosto, o menor nível da série, iniciada em dezembro de 2000, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

É a sexta vez consecutiva que esse recorde é rompido este ano, e significa que a atividade mantém hoje o menor número de pessoal ocupado assalariado desde que o órgão passou a realizar a pesquisa.

Além disso, o resultado negativo de agosto levou o indicador de emprego industrial a acumular uma queda de 5,1% em 12 meses. É a primeira vez que o resultado nesse tipo de confronto supera a retração percebida em dezembro de 2009 (-5,0%).

Com isso, a força de trabalho na indústria brasileira já registra a maior queda da série – que tem informações desde dezembro de 2001 nesse recorte.

O emprego industrial encolheu 0,8% em agosto ante julho, a oitava taxa negativa seguida. Na comparação com igual mês do ano anterior, o indicador recuou 6,9%, a 47ª baixa seguida e a mais intensa da série, segundo o IBGE.

O número de horas pagas pela indústria e o valor real da folha de pagamento também encolheram no período.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s