Famílias e estoques impulsionam PIB da zona do euro

A Eurostat confirmou nesta terça-feira que o crescimento econômico nos 19 países que compartilham o euro foi de 0,3 por cento na comparação trimestral

Bruxelas – A alta dos estoques e os maiores gastos das famílias foram as principais forças motrizes por trás do crescimento econômico da zona do euro no terceiro trimestre, compensando o impacto negativo do comércio, mostraram os dados finais da agência de estatística da União Europeia (Eurostat).

A Eurostat confirmou nesta terça-feira que o crescimento econômico nos 19 países que compartilham o euro foi de 0,3 por cento na comparação trimestral entre julho e setembro e de 1,6 por cento na comparação anual, como anteriormente estimado e esperado pelos mercados.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s