Mulheres britânicas trabalharão ‘de graça’ até o fim do ano

O motivo? O velho fenômeno da diferença salarial baseada em gênero

São Paulo – Se alguém pedisse para você fazer o seu trabalho de graça a partir de hoje até o final do ano, você aceitaria?

Pois a última segunda (9) marcou o dia no ano em que as mulheres britânicas empregadas em horário integral passaram a trabalhar de graça devido à diferença de remuneração de 14,2 por cento que existe entre o salário delas e o dos homens.

É o que mostra uma pesquisa do Instituto Nacional de Estatística do país divulgado esta semana. Os dados sobre as disparidades salariais podem variar um pouco, mas a história é basicamente a mesma.

Em média, para cada £1 (uma libra esterlina equivale a cerca de seis reais) ganho por um homem, uma mulher leva para casa em torno de 85 pences (centavos de libra esterlina) por fazer o mesmo trabalho.

Desde 1970, é ilegal no Reino Unido remunerar os homens e mulheres de forma diferente por causa de gênero, ainda assim, quase meio século depois, as diferenças continuam. No ritmo atual de progresso, vai demorar mais de 50 anos para fechar a lacuna salarial, relata o The Guardian.

Na semana passada, o primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, declarou que estava comprometido com a erradicação das disparidades salariais dentro de uma geração.

Cameron anunciou que empregadores maiores seriam obrigados a publicar os salários e bônus pagos a homens e mulheres em uma tentativa de pressionar as empresas a aumentar os salários das mulheres.

De acordo com a pesquisa, a única área onde as mulheres ganham mais que os homens é nos trabalhos de meio período, onde a diferença de remuneração fica negativa (5,5 por cento em favor das mulheres).

Segundo o Financial Times, isso provavelmente reflete o fato de que as mulheres mais velhas, mais experientes e mais bem remuneradas tendem a reduzir suas horas de trabalho, a fim de lidar com responsabilidades familiares.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s