Novo Star Wars traz “a força” para a economia britânica

Produção de "Star Wars: O Despertar da Força" em estúdio britânico cria empregos e estimula economia - mas lucro maior deve ir mesmo para a Disney

São Paulo – “Star Wars: O Despertar da Força”, que excita fãs e promete encher os cofres da Disney, já tem uma grande beneficiada: a economia da Inglaterra.

De acordo com cálculos obtidos pelo jornal The Telegraph, a filmagem nos estúdios Pinewood na cidade de Buckinghamshire traz um impacto econômico de 150 milhões de libras (ou 891 milhões de reais).

O estímulo acontece através do aluguel de equipamentos, instalações e criação de empregos, entre outras coisas. Só os 258 funcionários diretos receberam 11,2 milhões de libras (R$ 66,2 milhões) em salários entre março de 2013 e novembro de 2014, auge da produção.

A próxima sequência da série “Star Wars”, o episódio VIII, e um outro filme paralelo a franquia também serão filmados nos estúdios Pinewood, como anunciou recentemente o chanceler britânico George Osborne:

Isso vai significar mais empregos e mais investimento. (..) Estive determinado em apoiar nossas brilhantes indústrias criativas, e é por isso que investimos em habilidades e treinamento assim como em prover auxílio em impostos para filmes, televisão de alto nível, animação, videogames e teatro regional”.

Os incentivos fiscais ajudaram a triplicar o gasto de estúdios americanos em solo britânico entre 2008 e 2013. O British Film Institute registrou um gasto recorde de cineastas internacionais no país em 2014.

Pinewood, onde também foram filmados  “Os Vingadores: Era de Ultron” e o novo filme de James Bond, “Spectre”, planeja uma expansão de 200 milhões de libras para adicionar 12 palcos a suas instalações nos próximos 15 anos.

Tudo isso empalidece diante dos números que a própria Disney deve obter com o novo “Star Wars” – em produtos licenciados, bilheteria e dois parques temáticos imersivos que serão abertos na Flórida e na Califórnia.

De acordo com Tim Nollen, da Macquarie Securities, o filme pode movimentar US$ 5 bilhões em merchandise em um ano, o que significaria meio bilhão de receita direta para o estúdio.

Ele e outros analistas de Wall Street preveem uma bilheteria na casa dos US$ 2 bilhões, suficiente para superar o recente “Jurassic World” e colocar o filme entre os três campeões de bilheteria da história.

“Star Wars: O Despertar da Força” se passa aproximadamente 3 décadas após a “O Retorno de Jedi”, de 1983, e terá parte do elenco original (como Mark Hamill, Harrison Ford e Carrie Fisher) e novos atores como John Boyega e Adam Driver.

O filme tem estreia prevista para 17 de dezembro no Brasil. Veja o último trailer divulgado:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s