O que os brasileiros buscaram sobre a economia em 2015

Os dois índices que formam o "índice de miséria" ("Inflação" e "Desemprego") lideram entre os mais procurados com picos em março e agosto, respectivamente

São Paulo – O Google revelou recentemente quais foram as grandes histórias de 2015 com base no seu volume de pesquisas.

Um dos temas, “A economia do Brasil está com problemas”, foi objeto de mais de 18 milhões de buscas.

É possível ver como elas variaram dependendo da região do país e através do tempo. “Inflação” e “Desemprego” lideram entre os termos com picos em março e agosto, respectivamente. 

Não por acaso, é a soma destes dois números que compõe o popular “índice de infelicidade” (misery index, em inglês), criado pelo economista americano Arthur Okon nos anos 60.

Quando a economia vai mal, são eles que atingem em cheio a vida dos cidadãos, e 2015 foi um ano em que tiveram piora expressiva.

A inflação fechou o ano em 10,67%, a mais alta desde 2002, e o desemprego pulou de 6,9% para uma estimativa prévia de 8,4%.

“Economia” e “PIB” também aparecem na lista. Ao longo do ano, o Brasil passou de uma previsão de crescimento de 0,5% para uma recessão de 3,7%.

Outros temas do ano que entraram na retrospectiva do Google foram a crise migratória, o desastre de Mariana, Star Wars, os atentados de Paris e a campanha “Meu Primeiro Assédio”.

Veja quais foram as principais perguntas dos brasileiros sobre inflação:

1. O que é inflação?

2. Como funciona a inflação?

3. O que é a “demanda por inflação”?

4. O que causa a inflação?

5. Quais são os tipos de inflação?

E as principais perguntas dos brasileiros sobre desemprego:

1. Qual é a taxa de desemprego?

2. O que é “desemprego estrutural”?

3. Como me declaro como desempregado?

4. Qual é o valor do salário-maternidade para quem está desempregado?

5. Quem tem direito a benefícios relacionados ao desemprego?

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s