Presidente do BNDES nega irregularidades em empréstimo

Luciano Coutinho disse que a instituição respeitou as regras internas para concessão de empréstimo à empresa de José Carlos Bumlai

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse nesta quinta-feira (5) que a instituição respeitou as regras internas para concessão de empréstimo à empresa de José Carlos Bumlai, empresário que é investigado na Operação Lava Jato.

“Foi absolutamente regular. Primeiro que não foi feito para pessoa física. Foi feito para uma empresa, da qual ele era sócio, da qual tinha outros sócios. Ná época, com rating perfeitamente regular. Um projeto que foi concluído, uma usina bastante moderna. Depois, enfrentou dificuldades. E o último [empréstimo] foi feito de maneira indireta, por meio de outras instituições financeiras, absolutamente dentro das regras. Vamos poder, mais uma vez, demonstrar a absoluta regularidade dessa operação indireta”, disse o presidente do BNDES

Coutinho comentou ainda a decisão tomada hoje, pela Comissão Parlamentar de Inquérito do BNDES, na Câmara, de pedir cópia de contratos do banco com a Usina São Fernando Açúcar e Álcool, de Bumlai, em Dourados (MS). Segundo ele, tudo será entregue. “[O BNDES] fornecerá, como sempre tem feito”.

O presidente participou de um seminário na Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), sobre desenvolvimento produtivo e inovação. Na ocasião, foi anunciado o lançamento de uma linha de crédito para a indústria química, chamado Programa de Desenvolvimento da Indústria Química (Padiq), que prevê aporte de R$ 2,2 bilhões até 2017.

O programa, em conjunto com a Finep Inovação e Pesquisa, prevê R$ 200 milhões em recursos não reembolsáveis e R$ 2 bilhões reembolsáveis, em seis linhas temáticas: aditivos alimentícios para animais, derivados do silício, materiais compostos revestidos com fibras, insumos químicos para higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, produtos químicos de fontes renováveis e produtos para exploração e produção do petróleo. A Finep foi representada na solenidade pelo seu presidente, Luiz Fernandes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s