Produção de petróleo da Opep fica perto de recorde em abril

"O mercado está maciçamente com excedente de oferta", disse o analista Eugen Weinberg, do Commerzbank, em Frankfurt

Londres – A produção de petróleo da Opep subiu em abril para perto do maior nível na história recente, segundo mostrou uma pesquisa da Reuters nesta sexta-feira, com um aumento da extração liderado pelo Irã e Iraque mais do que compensando uma greve no Kuweit e outras interrupções.

O maior exportador de petróleo do mundo, a Arábia Saudita, no entanto, não fez nenhuma grande mudança na produção, segundo a pesquisa, apesar de o reino insinuar que poderia aumentar a oferta depois de a Opep e outros países não chegarem a acordo para congelar a extração em uma reunião em 17 de abril.

“O mercado está maciçamente com excedente de oferta”, disse o analista Eugen Weinberg, do Commerzbank, em Frankfurt.

A produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) subiu para 32,64 milhões de barris por dia (bpd) neste mês, ante 32,47 milhões de bpd em março, de acordo com a pesquisa, realizada com base em dados de embarques, informações do setor, Opep e consultores.

O volume ficou perto da máxima registrada em janeiro, de 32,65 milhões de bpd, quando a Indonésia voltou a integrar o grupo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s