Vinil cresce mais do que streaming nos EUA

Vinil é campeão em crescimento, mas streaming é a maior esperança e já responde por um terço da receita total da indústria musical norte-americana

São Paulo – As vendas de discos de vinil geram mais dinheiro para a indústria musical dos Estados Unidos do que os serviços de streaming grátis sustentados por publicidade.

Na primeira metade de 2015, a receita com discos de vinil cresceu 52% e atingiu US$ 222 milhões, segundo o último relatório da RIAA, poderosa associação da indústria fonográfica americana.

Nenhum outro item cresce neste ritmo e o vinil já responde por cerca de um terço das vendas físicas, já que as de CD caíram 31% na comparação anual.

Outro item em decadência é o download pago, com queda de 4% para US$ 1,3 bilhão no semestre.

Enquanto isso, a receita com serviços de streaming (transmissão de conteúdo sob demanda) grátis com base em publicidade subiu 27% e chegou a US$ 163 milhões nos 6 primeiros meses do ano.

O que importa mais, no entanto, é o crescimento no streaming pago – 8,1 milhões de assinantes que pagaram US$ 478 milhões, alta anual de 25%.

O período não contempla o lançamento do Apple Music, mas ninguém sabe até onde o mercado pode continuar crescendo. Muitos artistas reclamam que o modelo é insustentável para seu sustento porque exige centenas de milhões de execuções de músicas para gerar qualquer receita expressiva.

O problema é especialmente grave, mas não exclusivo, no modelo baseado em publicidade – que de acordo com as empresas, é essencial para fidelizar futuros assinantes pagos.

Mas uma pesquisa recente apontou que 78% dos americanos consideram improvável entrar para um serviço de streaming pago nos próximos 6 meses.

No total, o streaming já responde por mais de 1 bilhão de dólares, cerca de um terço da receita da indústria musical, contra cerca de um quarto no mesmo período de 2014.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s