Com discurso de Yellen e risco político, juros futuros sobem

Há investidores com dúvidas sobre o quanto o governo Temer ainda vai sofrer com as gravações, "em termos de legitimidade"

São Paulo – Os juros futuros encerraram a sexta-feira, 27, em alta, amparados pela cautela dos investidores diante de riscos envolvendo a divulgação de gravações que implicam integrantes do governo e por ajustes relacionados ao reforço da perspectiva de que os Estados Unidos podem apertar sua política monetária na metade deste ano.

O volume de negócios, contudo, foi baixo, já que muitos investidores ficaram fora do mercado devido ao feriado, na quinta-feira, 26, de Corpus Christi. Além disso, na segunda-feira, 30, é feriado nos EUA (Memorial Day).

O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em janeiro de 2017 apontou 13,685% ao término da sessão regular, ante 13,690% no ajuste de quarta-feira. O DI para janeiro de 2018 subiu de 12,93% para 12,99%. Entre os contratos de longo prazo, o de vencimento em janeiro de 2021 indicou 12,91%, ante 12,74% no ajuste anterior.

Internamente, os investidores avaliaram o teor de áudios gravados pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado e divulgados na quinta, envolvendo o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o ex-presidente José Sarney (PMDB-AP).

Segundo Rogério Braga, sócio e diretor de gestão de renda fixa e multimercados da Quantitas Asset, desde o episódio envolvendo Romero Jucá (PMDB-RR), que terminou pedindo exoneração do cargo de ministro do Planejamento, há investidores com dúvidas sobre o quanto o governo Temer ainda vai sofrer com as gravações, “em termos de legitimidade”. “O mercado vê risco de novas gravações minarem o governo Temer”, afirmou.

Nos EUA, a perspectiva de aperto monetário no meio do ano ganhou força com discurso da presidente do Federal Reserve, Janet Yellen. Em evento na Universidade de Harvard, ela disse que, se a economia americana continuar a melhorar, será apropriado subir os juros básicos do país nos próximos meses.

Yellen ponderou que o aumento, quando ocorrer, será gradual e cauteloso. A presidente do Fed não mencionou nenhuma reunião em especial do banco este ano. Mas sua fala ficou em linha com comentários recentes de outros dirigentes da autoridade monetária.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s