10 lugares imperdíveis para comer pelo mundo, por Felipe Bronze

Espanha, Japão, Estados Unidos, França... Como bom viajante, o chef tem alguns lugares preferidos no globo para fazer uma refeição

felipe bronze pelo mundo VIP Felipe Bronze com a equipe da cozinha do restaurante ESTIMAR, em Barcelona (Espanha).

Felipe Bronze com a equipe da cozinha do restaurante ESTIMAR, em Barcelona (Espanha). (Arquivo Pessoal/Reprodução)

NA ESPANHA

Menu-degustação, no Asador Etxebarri (San Sebastián)

menu etxebarri

 (Reprodução/Divulgação)

“Se existe um melhor restaurante do mundo, talvez seja esse. Comida de alto nível, feita 100% na brasa. Nesse dia, estava com amigos e tínhamos um voo para ir à semifinal da Champions, em Madrid. Para não perder a hora, eles colocaram a melhor chuleta que já comi na vida numa embalagem safada de plástico, para viagem. Restaurante espetacular sem afetação!”

Lula en su tinta, no IBAI (San Sebastián)

“Microrrestaurante que só funciona no almoço. Quem me apresentou foi o Rafa Costa e Silva. Ninguém devia morrer sem provar isso.”
Não tem site

 

Niguiri de enguia fresca, no Espai Kru, e mariscos, no Rías de Galicia (Barcelona)

“Os dois lugares. Conceito louco, mas espetacular.”

Comer peixes e crustáceos, no ESTIMAR (Barcelona)

“Restaurante novo, pequeno e charmoso de um ex chef do El Bulli, que faz comida simples da melhor maneira. Um achado”


NOS ESTADOS UNIDOS

Pici al limone, no Morandi (Nova York)

“Espécie de espaguete grosso e rústico, com um pouco de limão, fio de azeite emulsionado com a água do cozimento e um tantinho de queijo. Das coisas que mais gosto de comer na vida.”

 

Thai hot dog, no DBGB (Nova York)

thai hot dog DBGB

 (Reprodução/Divulgação)

“Esse cachorro-quente feito com porco apimentado, capim-limão e gengibre, servido com picles de papaia verde, é o melhor da vida.”


EM PORTUGAL

Pastel de nata, da Manteigaria (Lisboa)

“Muito mais gostosos que os de Belém!”

 

Bacalhau e arroz de pato, no Zé da Mouraria (Lisboa)

“Dica do chef e amigo querido José Avillez.”


NA FRANÇA

Arroz doce, de Chez L’Ami Jean (Paris)

“Sou capas de comer potes. É melhor que todos os outros que já comi na vida.”

 


 

NO JAPÃO

Qualquer doce, na L’Atelier de Joël Robuchon (Tóquio)

doce japão

 (Reprodução/Divulgação)

“A melhor confeitaria francesa em que já comi na vida fica no Japão! Os japoneses são fanáticos por cozinha francesa e aprenderam a executa-lá como ninguém.”

 

Veja também
  • query_builder
  • query_builder
  • query_builder
  • query_builder

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s