6 vezes em que mulheres substituem homens como protagonistas

Dos filmes aos quadrinhos, as mulheres estão conquistando a cena estrelando em obras anteriormente protagonizadas por homens

Desde meados do Século XX a cultura pop serve como um termômetro da época em que vivemos. Beatles, Woodstock, o fascínio pela ficção científica, o boom dos astros teen… São fenômenos que marcam época e dizem muito sobre o jeito como cada geração se comporta.

Pois bem, os anos 1980 (e meados dos 1990) foram a época de ouro para caras como Arnold Schwarzenegger, Jean-Claude Van Damme, Sylvester Stallone, Steven Seagal e por aí vai. Muito músculo, muita testosterona! Era isso que o povo queria ver no cinema.

(Divulgação)

Sim, muita gente ainda quer ver exatamente isso, mas as coisas estão mudando. Prova disso é o recente fenômeno dos protagonistas masculinos que estão sendo substituídos por mulheres, seja em produções inéditas ou em remakes. 

Confira aqui seis exemplos contemporâneos:

1. Caça-Fantasmas

(Divulgação)

O ramake, que estreia em 14 de julo, traz agora um time de mulheres na luta contra os fantasmas que tocam o terror por onde passam. No lugar de Bill Murray e cia, entram em cena Melissa McCarthy, Kristen Wiig, Kate McKinnon, Leslie Jones. 

A maravilhosa Sigourney Weaver, que trabalhou no filme original, também participa do remake. E essa é uma coincidência bem simbólica! 

O clássico “Alien – O Oitavo Passageiro” originalmente não seria protagonizado pela tenente Ripley, só que Sigourney lacrou tanto no teste de elenco que Ridley Scott adaptou o roteiro. Vale lembrar que isso aconteceu há quase 40 anos!

2. Onze Homens e Um Segredo

(Theo Wargo/NBC/Getty Images)

Pouco foi divulgado até agora, mas já se sabe que o remake irá se chamar “Ocean’s Eight” – os oito de Ocean, e não mais onze como no original – e que será protagonizado por mulheres dessa vez.

 Sandra Bullock já está confirmada no papel principal e outras ótimas atrizes estão sendo cotadas para o elenco, como Cate Blanchett, Helena Bonham Carter e Elizabeth Banks. A direção será assinada por Gary Ross, de “Jogos Vorazes”.

3. Salt

(Divulgação)

Nesse filme de 2010, o personagem de Angelina Jolie originalmente chamava-se Edwin Salt e seria interpretado por Tom Cruise. Só que rolaram umas tretas na produção e Cruise acabou caindo fora. Aí Angelina leu o roteiro, gostou do que viu e fez com que a história fosse adaptada.

“Angelina Jolie não é uma mulher que protagoniza filmes de ação, é protagonista de filmes de ação, simplesmente. Na realidade, é a primeira mulher a transcender a questão de gênero. Acho que isso nunca antes aconteceu”, disse na época o produtor do filme, Lorenzo di Bonaventura.

4. O Segredo dos Seus Olhos (versão americana)

(Divulgação)


No filme original – que é argentino – uma mulher é estuprada e morta, gerando uma revolta profunda em seu marido, que busca justiça. 

Já no remake americano (intitulado “Olhos da Justiça”), é a mãe da vítima que vive esse drama. O papel foi especialmente adaptado para que Julia Roberts pudesse interpretá-lo.

5. Star Wars

(Divulgação)

 

Nesse caso, nenhum personagem específico foi adaptado, mas a dinâmica da saga foi. E pensa numa aposta ousada, já que estamos falando de um clássico absoluto da cultura pop! Tanto na trilogia original (lançada entre 1977 e 1983) quanto na posterior (1999 a 2005), ninguém contava com o surgimento de uma Jedi mulher.

 A princesa Lea provou ser badass ao matar sozinha o monstrengo Jabba e Padmé Amidala, apesar de insossa, também é uma personagem de destaque, mas “Star Wars” sempre foi uma saga de homens.

Para se ter uma ideia, em “O Império Contra Ataca”, Lea é A ÚNICA mulher com nome e falas! O protagonismo de Rey em “O Despertar da Força” é um marco inegável na história dos filmes de ação e na cultura pop como um todo. 

E ela não veio sozinha: o novo filme da franquia, “Rogue One” (que estreia em dezembro), também terá uma protagonista mulher, interpretada pela ótima Felicity Jones.

6. Homem de Ferro

(Divulgação)

Vem aí a “Mulher de Ferro”, e ela é uma negra maravilhosa! Mas não pense que a personagem Riri Williams vai ser o braço direito do Tony Stark, ela vai literalmente substituí-lo nos quadrinhos da Marvel.

 O anúncio foi feito essa semana pelo roteirista Brian Michael Bendis, criador da personagem. Já estamos torcendo para que a história de Riri também vire filme no futuro!

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s