8 experiências que todo pai deveria viver com o filho — pelo menos uma vez

Marcos Piangers, autor de "O Papai é Pop", montou a lista ideal para você criar (ainda mais) laços com a cria e claro, adicionar diversão ao rolê

Paternidade Marcos Piangers Marcos Piangers e família

Marcos Piangers e família (Marcos Piangers/Divulgação)

Existem experiências entre pais e filhos que funcionam como um transmissor de habilidades e lições de vida. Sim, falo das lembranças que carregamos para sempre.

Eu, por exemplo, nunca esqueço a primeira vez que fui a um estádio de futebol com meu coroa.

E o mais maluco, o jogo foi o de menos. Tive uma senhora dor de ouvido com os rojões disparados na entrada dos times.

Isso significa que fomos embora cedo e ali pude perceber que ele não estava nem um pouco chateado de perder a partida.

O objetivo dele com o evento era me fazer feliz. Os fogos jogaram contra, mas recordo com muito carinho da nossa “batida em retirada”.

Foi pensando nessas conexões simples, porém marcantes, que pedi para o palestrante e escritor do livro O Papai é Pop elencar uma relação de atividades para estreitar o laço entre criador e criatura.

Todas são mais que viáveis. Deixe a desculpa de lado e trate de entrar no modo “pai divertido”.

 

1. Viajar

Conhecer um lugar completamente diferente abre a perspectiva do olhar infantil.

Provavelmente, as viagens serão algumas das lembranças mais vivas na memória do seu filho.

 

2. Brincar em um parque aquático

Não há lugar mais seguro para vencer seus medos.

Ver minha filha de 13 anos encarando os brinquedos mais radicais do Beach Park foi uma experiência e tanto.

O mais legal foi observar a felicidade dela de ter vencido o pavor inicial.

 

3. Fazer o dever de casa

Vai parecer a coisa mais chata do mundo nas primeiras vezes, mas depois de algum tempo você vai perceber que este é o momento em que seu filho irá se abrir de verdade sobre como está a escola e como ele está se sentindo.

 

4. Praticar um esporte

Essa ação desperta em vocês uma ligação muito forte mais o incentivo de que ele agora tem um objetivo bem claro.

Qual? Ser melhor que você!

 

5. Preparar comida juntos

Permitir que uma criança ajude na cozinha é incluí-la em uma das tarefas mais importantes da casa.

No começo rola bastante sujeira, mas depois que elas pegam o jeito e se tornam ótimos assistentes.

 

6. Aprender um novo idioma

Aqui o ideal é ser uma língua estranha para ambos.

Assim o pai sabe tanto quanto o filho e a descoberta em conjunto se torna uma atividade recompensadora e divertida.

 

7. Inventar uma brincadeira

As brincadeiras favoritas das minhas filhas são aquelas que a gente inventou juntos.

Os jogos de tabuleiro que nós mesmos fizemos são os favoritos. As vezes, você não precisa gastar muito pra deixar a criançada felize.

O melhor presente é estar presente.

 

8. Passear de mãos dadas

Acredite em mim, você vai sentir falta disso.

Veja também
Newsletter Conteúdo exclusivo para você

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s