A meditação dos executivos: 6 maneiras de praticar e desestressar

Tratar a mente virou essencial hoje. E é aí que o mindfulness surge como opção de terapia, meditação e relaxamento

Tente chegar em casa e ouvir sua música preferida. Parece tarefa simples, mas, depois, pergunte-se: você realmente prestou atenção nela? Ou, durante a execução, pensou em como foi seu dia, fez o planejamento para o seguinte e tentou lembrar das compras de mais tarde? Parece besteira, mas existe diferença entre as duas maneiras de se realizar a missão. E a primeira pode trazer benefícios para sua saúde.

É isso o que prega o mindfulness, tipo de terapia e meditação que faz sucesso com um público cansado do estresse, especialmente executivos de grandes corporações – que afirmam conseguir melhora de produtividade. A técnica é traduzida como “atenção plena” – e, dentro da sua complexidade, é mais ou menos isso. “É uma maneira de meditar e exercitar o ‘músculo da concentração’. No mindfulness, o importante é estar em contato com as coisas que acontecem naquele momento”, explica o psicólogo clínico Marcelo Batista de Oliveira, que tem certificações no Instituto Breathworks, de Manchester, na Inglaterra. A coisa não é religiosa – ela tem base científica. Desde que começou a ser pesquisada, em 1979, na Universidade de Massachussetts, nos EUA, foram identificadas melhoras em memória, redução de estresse e ansiedade, transtornos alimentares e até diminuição de doenças da pele.

A prática chegou ao Brasil em 2006 e, em setembro de 2015, começou uma parceria entre a Unifesp e o SUS. Normalmente, aconselha-se um ciclo mínimo de oito semanas, com uma consulta semanal. Não há contraindicações, mas ela não é recomendada para quem tem depressão avançada ou outras patologias.

 

Separe alguns minutos e siga as dicas do professor para praticar meditação e viver melhor

Em casa

Dedique-se exclusivamente aos filhos, bicho de estimação e familiares. Perceba as expressões, que tipo de atenção querem naquele momento.

Na natureza

Pare e ouça os sons. Veja o céu e tudo ao seu redor. Tente, de alguma maneira, entrar em contato com aquele ambiente, sem se distrair com o restante.

Na cozinha

Sinta o sabor da comida. Dedique um tempo ao cheiro. Ao colocá-la na boca, sinta a textura. Evite automatizar o processo de levar o alimento à boca, mastigá-lo rapidamente e engoli-lo.

No escritório

Desligue-se por uns instantes daquilo ao redor. Esqueça-se do computador e preste atenção na temperatura e sons ambientes, no local onde você se encontra, nas pessoas e nas situações.

Sozinho

Você está tenso? Sente dor no corpo? Pare e perceba. São coisas urgentes para ser resolvidas? Relaxe, separe as atividades e resolva uma por uma.

Na academia

Um dos momentos em que mais é possível sentir as reações corporais. Perceba qual grupo muscular será trabalhado e veja como ele reage aos estímulos. Concentre-se na respiração.

Veja também
Newsletter Conteúdo exclusivo para você

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s