Aos 65 anos, morre cineasta belga Chantal Akerman

s causas da morte ainda não foram reveladas, mas alguns jornais franceses dizem que a diretora pode ter cometido suicídio

Bruxelas – A cineasta belga Chantal Akerman, que dirigiu filmes como “La captive” e marcou profundamente o cinema da década de 70, morreu nesta segunda-feira, aos 65 anos de idade, na capital da França, informou a imprensa local.

As causas da morte ainda não foram reveladas, mas alguns jornais franceses dizem que a diretora pode ter cometido suicídio. De origem judia e nascida em Bruxelas, ela morou em Paris e Nova York.

Atualmente, estava produzindo “No Home Movie”, contando a chegada de sua mãe à Bélgica, depois de fugir da Polônia, informou o jornal “Le Soir”.

“Jeanne Dielman, 23, quai du commerce, 1080 Bruxelles” (1975), no qual narra a história de uma jovem viúva que se prostitui em casa, é considerado o filme que a consagrou como diretora.

Chantal experimentou diversos gêneros do cinema como a comédia musical, com “Golden Eighties” (1986); a comédia romântica, com “Um Divã em Nova York” (1996); ou histórias de amor mais profundas, como “Nuit et jour” (1991).

Ela também produziu documentários. Um dos mais aclamados é “De l’autre côté” (2002), sobre mexicanos que cruzam ilegalmente a fronteira com os Estados Unidos.

As relações sexuais, a religião e a solidão foram temas recorrentes de uma filmografia caracterizada pela rigidez de sua encenação e por um estilo pessoal, um cinema complexo marcado por sua militância feminista e que não cedia a concessões formais ou temáticas.

Participou da seção oficial do Festival de Berlim em 1989, com “Histoires d’Amérique”, e no de Veneza em 1991, com “Nuit ey jour”, além de conseguir uma indicação ao César do cinema francês por seu documentário “Là-bas” (2006).

Em 2004, Chantal recebeu a Medalha Federico Fellini, concedida pela Unesco, por sua contribuição à difusão e respeito à diversidade cultural.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s