As inovações da Fiat em seus 40 anos no Brasil

Líder de mercado há 14 anos, a Fiat celebra quatro décadas de Brasil com uma história marcada por vários pioneirismos

1976 – Primeiros passos

Linha de produção da Fiat em 1976 (Divulgação)

Em 9 de julho, uma grande cerimônia inaugura a fábrica da Fiat em Betim (MG), longe do tradicional polo paulista de produção. Inicia-se a fabricanção do 147, estrela do Salão do Automóvel de 1976.

1979 – O desbravador

Fiat 147 (Divulgação)

O brasileiro ainda se acostumava às formas do 147 quando a Fiat fez dele o primeiro automóvel produzido em série no mundo movido a álcool. Não demorou muito para o pequenino ganhar um apelido: Cachacinha.

1984 – O ano do Uno

Fiat Uno (Divulgação)

Desenhado por Giugiaro, o Uno tinha linhas singulares, que lhe renderam o singelo apelido de botinha ortopédica.

1990 – O pai dos 1.0

Fiat Uno MIlle (Divulgação)

A redução de 50% no IPI para carros com motor de até 1litro fez a Fiat criar o Uno Mille, primeiro carro popular do país. Em nome da economia, o hatch dispensava itens como espelho retrovisor direito e até as saídas de ventilação nas laterais do painel.

1993 – Tecnologia de ponta

Fiat Tempra 16V (Divulgação)

Além do belo design (realçado pela carroceria de duas portas) e do conforto acima dos padrões da marca, o Tempra 16V também é lembrado como o primeiro carro nacional com motor de quatro válvulas por cilindro.

1994 – Cadê o espirro?

Fiat Uno Turbo (Divulgação)

O Uno Turbo foi o pioneiro entre os nacionais a sair de fábrica com turbocompressor. O motor 1.4 rendia 116 cv. Poucos meses depois, seria a vez de o Tempra Turbo seguir a mesma receita.

1996 – Imagem queimada

Fiat Tipo (Divulgação)

Importado desde 1993, o Tipo começa a ser feito no Brasil e torna-se o primeiro nacional com airbag (apenas motorista), emplacado só um dia antes do Chevrolet Vectra. Porém, uma falha causou vários incêndios, fazendo o hatch sair de cena no ano seguinte.

1999 – Criando tendências

Palio Weekend Adventure (Divulgação)

Precursora das picapes leves com a 147 Pick-Up, em 1978, a Fiat levou a cabine estendida à Strada em 1999. No mesmo ano, a Palio Adventure deu início à onda dos aventureiros urbanos, com suspensão elevada e quebra-mato.

2001 – Na ponta

Fiat Palio (Divulgação)

Os italianos quebram uma longa hegemonia da VW e assumem a liderança de vendas no Brasil, posto que ocupam até hoje.

2008 – Mordomia

Fiat Stilo Dualogic (Divulgação)

A transmissão automatizada debuta com o Stilo Dualogic: uma central eletrônica acionava a embreagem para trocar as marchas. Parecia até uma câmbio automático – mas não era. A Volks lançaria sua versão (I-Motion) um ano depois.

2009 – Abre-te, sésamo

Fiat Strada Trekking CD (Divulgação)

A Strada ganha uma inédita carroceria de cabine dupla. Quatro anos depois, seria a vez da terceira porta do lado direito, tipo suicida. A rival VW demorou a reagir: só lançou a Saveiro Cabine Dupla em 2014 – e sem a porta auxiliar, para facilitar o acesso ao banco de trás.

2014 – Parceria

Fábrica da FCA em Goiana (PE) (Divulgação)

Início das operações da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) no Brasil. Em 2015, o grupo inaugura sua fábrica em Goiana (PE), de onde saem os modelos Fiat Toro e Jeep Renegade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s