Chevrolet acorda para mercado de SUVs com nova Trailblazer

Trailblazer muda o visual e, mesmo mais barato, nunca esteve tão sofisticado, tecnológico e urbano

A Chevrolet finalmente percebeu o enorme crescimento do segmento dos SUVs no Brasil. Mais do que isso, a marca abriu os olhos para o Trailblazer, modelo que carrega a herança da saudosa Blazer dos anos 1990 e é ofuscado, desde seu lançamento, pelo rival Toyota SW4.

De janeiro a junho de 2016, o utilitário da GM emplacou 496 unidades, enquanto o japonês (que no início do ano ganhou uma geração completamente nova, e bem mais cara) fechou o semestre com nada menos que 5.081 exemplares. No entanto, essa situação pode mudar.

Na busca por recuperar o tempo perdido, o Trailblazer passa por sua primeira grande mudança e adota as mesmas novidades da S10 — com o trunfo de custar até R$ 3.800 menos em relação ao anterior.

Sempre na versão LTZ, vai de R$ 159.990 (gasolina) a R$ 189.990 (diesel). Como comparação, a SW4 parte de R$ 213.450 (gasolina) e chega a R$ 228.950 (diesel).

A dianteira ganhou a nova identidade visual da Chevrolet, com linhas mais retilíneas, que alargam visualmente o modelo, e faróis retangulares com assinatura em leds.

Na traseira, nada muda: as lanternas são iluminadas por leds e as luzes de ré ficam no para-choque. De lado, as rodas são de 18 polegadas e têm acabamento diamantado.

Entre os equipamentos, além dos triviais ar-condicionado digital com saídas traseiras, assistente de partida em aclives e declives, faróis automáticos e seis airbags, o SUV ganhou diversos itens voltados à segurança.

Direção elétrica, sensores de estacionamento dianteiros, câmera de ré, alerta de mudança de faixa e de colisão frontal e serviço OnStar agora fazem parte da lista de série.

Como exclusividade em relação à S10, o Trailblazer traz alerta de pontos cegos e de movimentação na traseira – recurso útil para sair com segurança das vagas dos shoppings.

Por dentro, o acabamento dá um salto de qualidade e requinte, com materiais de toque mais macio e costuras aparentes.

Por fim, o Trailblazer incorporou vidros mais espessos (para conter o ruído externo), novos coxins, amortecedores e freios. Apesar disso, ficou 13 kg mais leve.

As novidades refletem no conforto ao rodar: o novo Trailblazer está mais silencioso, macio e estável quando comparado ao anterior. A direção elétrica ficou mais precisa e menos sensível aos desnivelamentos do solo, e o novo ajuste de suspensão também é digno de elogios, ignorando as irregularidades sem apresentar inclinação tão grande em curvas.

Equipado com motor 2.8 turbodiesel de 200 cv e 51 mkgf e câmbio automático de seis marchas, o grandalhão de 2.161 kg foi de 0 a 100 km/h em 9,8 s — a rival SW4 cumpre a mesma tarefa em longos 13,4 s.

Em consumo e frenagem, o Chevrolet também é superior: as médias foram de 9,1/13,1 km/l em ciclo urbano/rodoviário. A SW4 fez 8,9/10,6. Vindo a 120 km/h, ele parou em 65,8 m, enquanto a Toyota precisou de 9,1 m a mais.

Veredicto

O Trailblazer ficou mais bonito, bem-acabado e com uma extensa lista de equipamentos. O bom custo-benefício se dá pelo fato de custar quase R$ 40.000 a menos que a SW4.

TESTE DE PISTA (COM DIESEL)  
Aceleração de 0 a 100 km/h 9,8 s
Aceleração de 0 a 1.000 m 31,4 s – 166 km/h
Retomada de 40 a 80 km/h (em D) 4,2 s
Retomada de 60 a 100 km/h (em D) 5,5 s
Retomada de 80 a 120 km/h (em D) 7,4 s
Frenagem de 60 / 80 / 120 km/h a 0 15,9 / 28,7 / 65,8 m
Consumo urbano 9,1 km/l
Consumo rodoviário 13,1 km/l
FICHA TÉCNICA – TRAILBLAZER LTZ 2.8 DIESEL 4X4  
Motor diesel, diant., long., 4 cil., 2.776 cm3, 16V, 200 cv a 3.600 rpm, 51 mkgf a 2.000 rpm
Câmbio automático, 6 marchas, tração 4×4
Suspensão duplo A (diant.) / five-link (tras.)
Freios discos ventilados
Direção elétrica
Rodas e pneus liga leve, 265/60 R18
Dimensões comprimento, 488,7 cm; altura, 184,4 cm; largura, 190,2 cm; entre-eixos, 284,5 cm; peso, 2.161 kg; porta-malas, 205/554/1043 l; tanque, 76 l
Equipamentos de série ar digital, seis airbags, câmera de ré, alerta de pontos cegos e de movimentação na traseira, central multimídia com OnStar
Preço R$ 189.990

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s