Cuidado com as mãos!

Seis lições de como se cuidar da parte do corpo que mais trabalha

cuidado com as mãos

As mãos são a partes do corpo que mais ficam à mostra e as responsáveis pelo cumprimento. Só por isso, já é justificável um grande cuidado com elas. Acredite: há quem repare no aspecto das suas. Ter mãos impecáveis é essencial  numa reunião de trabalho, discursos em ambientes pequenos e, claro, para impressionar as mulheres.

A primeira lição é hidratar. Por mais que possa parecer feminino, é muito importante passar loção ao menos uma vez por dia. Isso previne rachaduras e ardência, principalmente quando o tempo está muito seco. O procedimento pode ser feito em casa e discretamente.

A segunda lição é lixar bem as unhas. Ter unhas bem lixadas inibe a vontade de ficar mexendo nelas. O melhor é usar uma lixa convencional. Esse procedimento também deve ser feito em casa, já que ninguém gosta de ser visto carregando uma lixa de unha por aí.

A terceira lição é saber o comprimento das unhas. Não se deve cortar as unhas bem curtas. Isso pode acarretar feridas nos dedos e, consequentemente, uma infecção. Afinal, nas mãos se encontram a maior parte das bactérias presentes no corpo. É preciso deixar a ponta com uma fina camada de branco. Por outro lado, quando se sentir a unha tocando os objetos antes do dedo, é hora de cortar.

A quarta lição é nunca roer as unhas. Deixando de lado aquelas histórias de que roer as unhas deforma os dedos, o hábito de morder é, por si só, muito feito e desagradável se alguém vê. Além disso, roer as unhas é garantia de que o resultado final não vai ficar nada bom.

A quinta lição é não cortar as cutículas. Para quem não sabe, cutícula é aquela pele na base da unha que se solta de vez em quando e pode gerar algum desconforto. Não é bom cortá-las, pois isso pode trazer machucados e, assim como as unhas muito curtas, infecção para os dedos.  A dica é empurrá-las para baixo logo após o banho, quando a pele está mais macia.

A sexta lição é não exagerar no brilho das unhas. Polir ou passar esmalte deve estar fora de cogitação. As pessoas não encaram muito bem esses cuidados exacerbados. Um brilho natural é mais que suficiente.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s