Este relógio custa R$ 40 mil e não marca as horas

Objeto para ser usado no pulso tem como intenção deixar o tempo de lado e promover uma atividade lúdica ao usuário

Qual é o limite do luxo para você? Para a relojoaria Hautlence, ele não tem limites. Não é por acaso que a companhia apresentou um relógio que, acredite, não marca as horas. Pois o objeto para ser usado no pulso tem como intenção deixar o tempo de lado e promover uma atividade lúdica ao usuário. Desta forma, é apresentada a coleção Playground.

Sim, o relógio é basicamente um jogo analógico, como dos velhos tempos. Ele apresenta um labirinto elaborado em ouro branco ou ouro rosa onde o usuário é desafiado a encaçapar uma bolinha de ouro branco ou ouro rosa em seu “mostrador”. “Imergir-se no jogo oferece uma agradável e necessária pausa”, informa a companhia. O primeiro modelo da linha, então, Labyrinth, surgiu a partir das lembranças de infância de Sandro Reginelli, co-fundador e CEO da Hautlence.

Apesar de não possuir um movimento que realiza a indicação das horas, o relógio conta com uma coroa posicionada às 3 horas, na lateral da caixa retangular. Movê-la ativa um elevador mecânico que leva a bola para a porção em primeiro plano do dial com o uso de um sistema de válvulas que pode ser visto através do cristal de safira posicionado no verso da caixa.

Da mesma forma como um relógio com movimento tradicional, este “calibre” conta com decorações de alta relojoaria, como côtes de Genève visto pelo verso, parte frontal acetinada e angulações nas “paredes” do labirinto. O movimento, então, inclui o uso de engrenagens cônicas e faz o uso de 9 rubis para reduzir o atrito entre as peças.

O “relógio” conta com uma caixa elaborada em titânio grau 5 com 43,5 mm de largura, 37 mm de altura e 13 mm de espessura. Hautlence Labyrinth está disponível em duas versões. A primeira delas, Labyrinth 01 possui um dial de ouro rosa com bolinha em ouro branco, já o modelo Labyrinth 02 conta com a combinação oposta: um dial em ouro branco e bolinha em ouro rosa. Cada uma das versões é limitada a 18 unidades.

As peças são finalizadas com uma pulseira de couro de crocodilo preto ou marrom com fecho em titânio e aço. Ambas as versões oferecem 30 metros de resistência sob a água.

A brincadeira sai por 12 mil Francos Suíços, sem adição de impostos e taxas, ou cerca de R$ 40 mil. A Hautlence não conta com venda no Brasil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s