Ex-namorada processa Charlie Sheen por abusos e esconder HIV

Ex-namorada do ator argumenta que Sheen havia concordado em pagar US$ 1 milhão e 5% de sua participação na série "Anger Management"

Washington – A estrela pornô Brett Rossi, ex-namorada de Charlie Sheen, entrou com uma ação contra o ator por abusos, maus tratos e não por não ter revelado que era portador do vírus da aids, publicou nesta sexta-feira a imprensa americana.

Rossi, de 26 anos, argumenta no processo apresentado em um tribunal de Los Angeles que Sheen havia concordado em pagar US$ 1 milhão e 5% de sua participação na série “Anger Management”, mas que depois voltou atrás.

“A processo da senhora Ross fala por si só. O senhor Sheen deixou claro em ‘The Today Show’ que não tinha intenção de cumprir o acordo pactuado. Ross deseja que chegue o dia de estar em frente ao juiz e escutar o testemunho de Sheen”, disse David M. Ringue, advogado de Ross, em comunicado.

Foi no “Today Show”, programa da emissora “NBC”, que Sheen confirmou mês passado que, há quatro anos, é portador do vírus da aids e que foi chantageado – por pessoas que não identificou – para que sua condição não fosse exposta.

Na processo, Rossi, de nome verdadeiro Scottine Ross, que namorou Sheen entre outubro de 2013 e novembro de 2014, explica que o ator não contou que era portador do HIV até que descobriu a medicação para tratar o vírus em um armário.

Foi então que o ator americano, de 50 anos, protagonista da bem-sucedida série “Two and a Half Men”, admitiu ser soropositivo, mas Ross afirma que já tinham feito sexo sem proteção várias vezes.

“Como resultado desta possibilidade, a litigante sofreu graves tensões emocionais, fruto do razoável temor de ter contraído HIV”, acrescenta o documento.

Além disso, Ross explica que em março de 2014 descobriu que estava grávida e que o ator exigiu que abortasse para que “não desse à luz a uma criança retardada”, e que por isso ela se submeteu a um aborto.

O documento relata como a relação do casal começou quando Sheen ofereceu a Ross US$ 10 mil por uma noite de sexo, o que evoluiu para uma relação sentimental entre eles.

Ela ainda afirma que o consumo de drogas e álcool o deixava “violento e incontrolável”.

Sheen pediu US$ 10 milhões para publicar suas memórias, mas por enquanto não se sabe se alguma editora mostrou interesse.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s