Osteria Francescana é eleito o melhor restaurante do mundo

Osteria Francescana, na Itália, é eleito o melhor restaurante do mundo; D.O.M. é o melhor brasileiro classificado, em 11º

Nova York – O italiano Osteria Francescana foi escolhido nesta segunda-feira como o melhor restaurante do mundo na celebração dos “50 Best Restaurants” em Nova York, nos Estados Unidos.

Situado em Modena, na Itália, o restaurante é comandado pelo chef Massimo Bottura, que, visivelmente emocionado, dedicou a sua família e a sua equipe o prêmio, concedido pela primeira vez a um estabelecimento italiano.

Bottura afirmou que “a receita do sucesso passa pelo trabalho duro”, e disse que os cozinheiros “não são estrelas do rock”.

“Um dos melhores ingredientes para o futuro é a cultura. A cultura traz conhecimento e abre a consciência”, disse o chef, com uma bandeira italiana sobre os ombros.

Atrás do Osteria ficou o primeiro colocado do ano passado, o Celler de Can Roca, da Espanha, enquanto o terceiro foi o Eleven Madison Avenue, de Nova York.

Entre os restaurantes latino-americanos, o melhor foi o peruano Central, no quarto lugar, enquanto o paulista D.O.M., do chef Alex Atala, foi o melhor brasileiro, na 11ª posição.

Veja a lista completa:

1º Osteria Francescana (Modena, Itália)

2º El celler de Can Roca (Girona, Espanha)

3º Eleven Madison Park (Nova York, EUA)

4º Central (Lima, Peru)

5º Noma (Copenhagen, Dinamarca)

6º Mirazur (Menton, França)

7º Mugaritz (San Sebastian, Espanha)

8º Narisawa (Tóquio, Japão)

9º Steirereck (Viena, Áustria)

10º Asador Etxebarri (Atxondo, Espanha)

11º D.O.M. (São Paulo, Brasil)

12º Quintonil (Cidade do México, México)

13º Maido (Lima, Peru)

14º The Ledbury (Londres, Reino Unido)

15º Alinea (Chicago, EUA)

16º Azurmendi (Larrabetzu, Espanha)

17º Piazza Duomo (Alba, Itália)

18º White Rabbit  (Moscou, Rússia)

19º Arpège (Paris, França)

20º Amber (Hong Kong, Hong Kong)

21º Arzak (San Sebastian, Espanha)

22º The Test Kitchen (Cape Town, África do Sul)

23º Gaggan (Bangkok, Tailândia)

24º Le Bernardin (Nova York, EUA)

25º Pujol (Cidade do México, México)

26º The Clove Club (Londres, Reino Unido)

27º Saison (San Francisco, EUA)

28º Geranium (Copenhagen, Dinamarca)

29º Tickets (Barcelona, Espanha)

30º Astrid Y Gastón (Lima, Peru)

31º Nihonryori RyuGin (Tóqui, Japão)

32º Restaurant André (Cingapura)

33º Attica (Melbourne, Austrália)

34º Restaurant Tim Raue (Berlim, Alemanha)

35º Vendôme (Bergisch Gladbach, Alemanha)

36º Boragò (Santiago, Chile)

37º Nahm (Bangkok, Thailand)

38º De Librije (Zwolle, Netherlands)

39º Le Calandre (Rubano, Itália)

40º Relae (Copenhagen, Dinamarca)

41º Fäviken (Järpen, Suécia)

42º Ultraviolet by Paul Pairet (Xangai, China)

43º Biko (Cidade do México, México)

44º Estela (Nova York, EUA)

45º Dinner by Heston Blumenthal (Londres, Reino Unido)

46º Combal Zero (Rivoli, Itália)

47º Schloss Schauenstein (Fürstenau, Suíça)

48º Blue Hill at Stone Barns (Tarrytown, EUA)

49º Quique Dacosta (Denia, Espanha)

50º Septime (Paris, França)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s