O melhor (e o pior) da Saveiro ao longo de seus 34 anos

Picape tem público fiel e ganhou status ao passar de mero veículo de trabalho para um modelo desejado por quem não precisa de caçamba

O recente facelift da Saveiro descolou sua aparência do restante da família Gol, depois de mais de três décadas com dianteira idêntica à do hatch. Agora, a picape ganha personalidade própria e visual mais robusto. 

Lançada em 1982, essa operária chegou numa época em que as picapes compactas eram uma das principais novidades do mercado, além de ser uma opção de veículo de menor porte dedicado ao trabalho. 

Hoje, o mercado mudou: são poucos os modelos (ou versões) voltados para o batente – o foco do marketing é o uso urbano, com ocasionais momentos de diversão e lazer.

A seguir, veja as principais mudanças da Saveiro ao longo dos anos e relembre suas versões especiais mais emblemáticas.

1982 – O lançamento

(Divulgação)

A Saveiro apareceu 1982, depois de Gol, Voyage e Parati. Na época, a concorrência do segmento era formada por Fiat City (picape baseada no 147) e Ford Pampa, com a Chevrolet Chevy 500 chegando um ano depois.

Básica, a Saveiro trazia a frente do Gol BX, com faróis e luzes indicadoras de direção nos para-choques, além de lanternas verticais na traseira, como na Parati. Ela estreou com o motor boxer 1.6 refrigerado a ar (o mesmo do Gol na época) e capacidade de carga de 570 quilos. 

Em 1984, a Saveiro finalmente adotou um motor refrigerado a água.

1986 – Primeiro facelift

(Acervo Quatro Rodas)

A terceira geração da Saveiro (chamada de G5 pela Volkswagen) chegou com visual totalmente reformulado e alinhado ao Gol – apresentado um ano antes. Era vendida em três versões: 1.6, Trend e a topo de linha Tropper, ambas com opções de cabine simples ou estendida, além do interessante degrau lateral para facilitar o acesso à caçamba (recurso estreado entre as picapes pequenas na Chevrolet Montana). 

Em 2010 veio a Saveiro Cross, versão com pegada fora de estrada que trazia novo para-choque, molduras nos para-lamas, borrachão lateral com nome da versão, rack de teto estendido até a metade da caçamba, novas rodas de 15 polegadas e interior com melhor acabamento.

2013 – Saveiro G6 – facelift

Marco de Bari

(Divulgação)

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s