Relógio Greubel Forsey conta com caixa de cristal de safira

Apenas oito unidades serão produzidas deste relógio e serão comercializadas exclusivamente nos Estados Unidos

Quando a relojoaria Greubel Forsey apresentou seu primeiro relógio Double Tourbillon 30° Technique, seu objetivo era simples: construir um relógio e seu movimento de tal forma que permitisse ao usuário observar as partes do movimento e suas interações da maneira mais desobstruída possível.

A mais nova versão desta peça, Greubel Forsey Double Tourbillon 30º Technique Sapphire, leva este conceito ao pé da letra: uma caixa inteiramente elaborada em safira.

Apenas oito unidades serão produzidas deste relógio e serão comercializadas exclusivamente nos Estados Unidos. Sua caixa é elaborada em cristal de safira sólido, elaborado a partir de um único bloco de safira.

O objetivo, claro, é oferecer uma ampla visão do movimento multinível com dois turbilhões dos mais diversos ângulos possíveis.

De acordo com Stephen Forsey, co-fundador da companhia, a história deste relógio teve início com seu primeiro experimento de sucesso, alguns anos atrás, com pontes de safira no movimento de seu relógio que comporta quatro turbilhões.

Isto incentivou a ele e a seu sócio a partir de pontes bidimensionais à caixas tridimensionais, com todo o seu formato complexo e até mesmo encaixes multiangulares.

A caixa possui 49,95 mm de diâmetro e 17,15 mm de espessura. Estas dimensões superam um pouco seus antecessores em ouro rosa, branco, platina ou titânio.

A coroa, gravada com o monograma da companhia, também é feita de safira. O anel de horas do mostrador possui indicadores aplicados laqueados com o algarismo 12 arábico em vermelho.

Os pequenos segundos e a indicação de reserva de energia estão em dials de ouro com indicadores triangulares. Os ponteiros de horas e minutos elaborados em ouro possuem formato de seta e extremidade revestida em material luminescente.

O movimento de corda manual, que proporciona uma reserva de energia de 120 horas por conta de quatro barriletes de energia ligados em série, conta com um sistema patenteado em que um turbilhão interno, inclinado a 30° e com rotação de 1 minutos está pareado com um segundo, que gira uma vez a cada 4 minutos.

Assim como todas as outras versões, este relógio possui o alto acabamento em seu movimento, composto por 396 partes. A numeração de limitação do relógio é gravada em uma placa de ouro, posicionada sobre uma ponte do mecanismo, no verso da caixa.

Além da grande caixa e do algarismo 12 em vermelho, outra mudança significante em comparação aos demais modelos é que o texto em francês que dita os “valores da marca”, normalmente gravado na caixa, está estampado em relevo no verso da pulseira, elaborada em borracha preta.

O relógio ainda vem acompanhado de duas outras opções de pulseiras, uma de couro de crocodilo costurada a mão e uma segunda em borracha transparente, que acompanha o visual do relógio. Quem quiser ter uma das oito peças desta linha deverá desembolsar a bagatela de US$ 1,1 milhão.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s