Duda Melzer ressalta a importância da gestão de pessoas

Uma empresa com um bom ambiente e com funcionários motivados, tem mais chances de dar certo

É cada vez mais importante e valorizado um bom ambiente de trabalho, no que tange aos seus resultados expressivos no aumento da produtividade e melhoria na qualidade de vida dos funcionários. Por isso, a gestão de pessoas nas empresas é fundamental para que se tenha um ambiente desta maneira.

Eduardo Sirotsky Melzer, presidente do Grupo RBS, mais conhecido como Duda Melzer, ressalta, então, que tal atribuição não é mais exclusiva do “pessoal do RH”, mas sim de todos os integrantes da empresa – notadamente os cargos de chefia. Assim, hoje, além de entender de administrar a parte financeira da empresa, um bom líder deve ter o predicado de também saber administrar o ambiente do local de trabalho.

O que ocorre é que a área de Recursos Humanos, que antigamente era considerada a única responsável pela gestão de pessoas nas empresas, hoje deve ser considerada como parceira. Hoje, explica Duda Melzer, os maiores responsáveis por esta gestão são os administradores principais das empresas.

Duda Melzer ainda declara que as pessoas são o ativo mais importante de uma empresa – e esta deve investir em seus funcionários, encarando como forma de valorizar seus ativos, com uma comunicação constante entre o setor de RH e os gestores do todo. O grande ponto é que cada setor da empresa tem um perfil de serviço; com um acompanhamento mais próximo as dificuldades dos funcionários, até eventuais trocas de atribuições podem ser mais favoráveis à produtividade.

Desta forma, Duda Melzer destaca que um bom gestor deve ser capaz de motivar, desenvolver novas habilidades nos seus subordinados, reconhecer empenho, reter, e até mesmo saber o jeito certo de demitir. Ademais, é vital ter a capacidade de identificar e desenvolver novos talentos, pois o mundo dos negócios está sempre em constante transformação – quem para de se aprimorar, acaba ficando para trás.

A questão é que, se o executivo (chamado de CEO, hoje), caso atue proativamente no sentido da gestão de pessoas, deve ter o setor de RH como um senso crítico. Caso o executivo da empresa não tenha essa atitude, mesmo que o setor de RH tente, não terá êxito. Depreende-se, então, que sem o envolvimento do comando da empresa, não há como ter um enfoque benéfico na questão.

Formado em Administração de Empresas na PUCRS (Pontíficia Universidade Católica do Rio Grande do Sul), com MBA em Harvad, Eduardo Sirotsky Melzer acredita que, em uma empresa familiar como é o Grupo RBS, uma boa governança é carro-chefe para que a mesma se diferencie das demais. Além disso, o foco em sustentabilidade e crescimento também é importante.

A figura do gestor, enfim, é a de modelo para todos os empregados e colaboradores da empresa. Assim, sendo ele responsável pela cultura empresarial, deve sempre ter em mente esta responsabilidade. Duda Melzer ensina que ser um bom líder, em suma, é saber organizar pessoas e saber lidar com elas, com os problemas que surgirem no andamento da empresa. E será muito mais fácil ter um bom resultado com funcionários motivados, inseridos em um bom ambiente de trabalho.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s