Eficiência em custo é fundamental para evitar insolvência das empresas de Engenharia e Construção Civil

Dados do IBGE apontavam em 2012 que o déficit habitacional no Brasil era da ordem de 5.430.562, esta demanda resultou num “boom” para setor com a crescente de oferta de crédito no sistema público e privado de financiamento habitacional e a crescente produção de empreendimentos para diversos segmentos.

Com a desaceleração da economia, alterações nas regras de programas como “Minha Casa, Minha Vida”, o aumento das taxas de juro somas a desfavorável conjuntura econômica, o setor sofre uma crise sem precedentes. Segundo um levantamento das MELHORES E MAIORES da Exame, o a rentabilidade no setor caiu de 11,2% em 2013 para 2,3% para 2014.

Especialistas do setor apontam que a recuperação da crise para o setor será lenta, a partir de 2017. Neste contexto, temos acompanhado notícias de empresas que têm entrado em recuperação judicial e buscado acordos com grandes bancos para renegociação de dívidas.

Para sobrevivência neste cenário turbulento é fundamental que, por exemplo, incorporadoras e construtoras sejam capazes de realizar uma gestão integrada de custos, despesas e faturamento, manter um controle rígido em tempo real da margem por projeto, tenha facilidade e agilidade em controlar a POC tanto em níveis societários e fiscais.

Estas capacidades são indispensáveis para reduzir custos administrativos, custos dos produtos vendidos e otimizar o fluxo de caixa e o capital de giro requerido para o negócio e atingir altos níveis de eficiência em custo.
As empresas do setor de engenharia civil e engenharia devem buscar as melhores práticas de mercado para elevar a performance de seus processos a níveis que permitam sua competitividade e eficiência em custo.

Segundo a SAP, que oferece soluções em tecnologia de ponta a ponta para a cadeia de valor da indústria, as empresas que adotam melhores práticas conseguem reduzir seus Custo Administrativo em até 6% em relação a sua receita e aumentar a margem em até 76% com a avaliação financeira e operacional integradas de sua performance. A MRV, que adotou soluções SAP, teve um resultado de crescimento 20,7% de no lucro líquido no primeiro trimestre de 2016, em comparação ao mesmo período de 2015.

A melhor consultoria SAP da América Latina, a Pelissari é uma empresa de consultoria referência no setor de Engenharia e Construção Civil, possui cases de sucesso na implementação de projetos de tecnologia SAP em tempo abaixo dos padrões usuais do mercado, pois desenvolveu aceleradores baseados no alto conhecimento do negócio desta indústria.
Empresas como a Thá, Rogga S.A., Broolfield, MRV, Tecnisa, Promon, PDG, Cyrela e outras empresas internacionais colhem os frutos da implementação do SAP pela Pelissari.
Website: http://www.pelissari.com.br/

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s