Imóveis nos EUA já estão 40% mais baratos

“O mercado é sólido e deve trazer retorno esperado para todos os compradores”, declara Fernando Bergallo, diretor da FB Capital.

Os mercados brasileiros e estadunidenses estão se movimentando e criam uma situação há muito não vista para o empreendedor brasileiro. O cenário atual tem estimulado a compra de imóveis no exterior, pois, além das incertezas com o mercado e a própria vida no Brasil, os investidores não querem correr muitos riscos.

Com a desvalorização do dólar em relação ao real de mais de 30% (de quase R$ 4,26, chegando, atualmente, a marca de R$ 3,28), aqui no Brasil, e o preço dos imóveis, nos Estados Unidos, caindo em 10% faz que esses imóveis cheguem à impressionante marca de 40% mais baratos para aqueles que queiram investir no mercado imobiliário estadunidense, tanto para fins de morada quanto para investimentos. “As pessoas buscam um “porto seguro” para seus ativos e, nesse contexto, a compra de um imóvel nos Estados Unidos representa a melhor alternativa, na análise de nossos clientes (e nossa também). Você está, ao mesmo tempo, imobilizando seus ativos financeiros e também se “dolarizando””, observa Fernando Bergallo, diretor da FB Capital.

O mercado de imóveis estadunidense é afetado por diversos fatores devido ao perfil bem variados de seus compradores provenientes de várias partes do mundo (além dos próprios estadunidenses, há os brasileiros, russos, canadenses, entre outros). Essa pluralidade de investidores, de acordo com o movimento econômico de seus respectivos países afetará, de imediato, o mercado imobiliário dos EUA. No caso do Brasil, o atual recuo do dólar fez que o poder de compra do brasileiro aumentasse e, junto com o recuo do valor do imóvel, propicia a compra de imóveis em várias cidades dos EUA.

Por exemplo, o mercado imobiliário da Flórida, que contara com um grande investimento, lançou de 2013 a 2015 uma série de novos lançamentos, mas a demanda, na época, não acompanhou o ritmo e o valor dos imóveis baixou. Há imóveis há mais de seis meses fechados, marca impressionante para o aquecido mercado estadunidense, com preços justos, mas que não possuem compradores.

Em Nova York, cuja ocupação é elevadíssima e onde não há mais terrenos disponíveis, tendo o custo do metro quadrado mais alto do que o mercado da Flórida, e, mesmo assim, um mercado imobiliário mais do que cobiçado pela maioria dos investidores brasileiros, em Midtown Manhattan (uma das áreas mais conhecidas internacionalmente, com seus famosos bairros Hell”s Kitchen, Chelsea e, inclusive, Little Brazil, com seus arranha-céus famosos e onde abriga o MoMA, a Broadway, o Central Park entre outros pontos turísticos importantes em Nova York) a queda do valor do imóvel impressiona: um apartamento na região, com 4 quartos, custando até 600 mil, teve uma redução de 4%, mas, se for considerado um apartamento de 4 quartos, custando entre 600 mil a 2 milhões, a redução chega à impressionante marca de 25% de redução, ou seja, um quarto do valor do imóvel.

Para Bergallo, o mercado é sólido e deve trazer retorno esperado para todos os compradores (seja como investidores, seja visando um novo lar). O diretor da FB Capital sugere que todos os interessados devam procurar um aconselhamento mais específico com um corretor de imóveis especializado para mais detalhes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s