Patient Safety Movement parabeniza a Agência de Pesquisa e Qualidade em Saúde (AHRQ) e a MedStar Health pelo desenvolvimento do conjunto de ferramentas do programa CANDOR

A Patient Safety Movement Foundation (PSMF) recomenda que organizações de assistência à saúde do mundo todo implementem o conjunto de ferramentas on-line do programa de comunicação e resolução ideal (Communication and Optimal Resolution, CANDOR), publicado pela Agência de Pesquisa e Qualidade em Saúde (Agency for Healthcare Research and Quality, AHRQ) dos EUA.

A Patient Safety Movement Foundation (PSMF) recomenda que organizações
de assistência à saúde do mundo todo implementem o conjunto
de ferramentas on-line do programa de comunicação e resolução ideal
(Communication and Optimal Resolution, CANDOR)
, publicado pela Agência
de Pesquisa e Qualidade em Saúde (Agency for Healthcare Research and
Quality, AHRQ)
dos EUA. A AHRQ selecionou a MedStar para desenvolver
e comandar o conjunto de ferramentas para o programa CANDOR. O conjunto
de ferramentas on-line pode ajudar as organizações a criarem uma cultura
de segurança que se concentre na prestação de contas organizacional; no
atendimento a pacientes, familiares e cuidadores; na investigação e
análise em profundidade de eventos; na solução justa quando ocorrer
alguma lesão; e na aprendizagem a partir de cada evento de lesão.

MedStar Health, o maior sistema de saúde da região norte-americana do
Médio Atlântico, tem sido um membro comprometido do
Patient Safety Movement desde 2013. A MedStar foi selecionada para
ajudar a desenvolver e pilotar o conjunto de ferramentas para o programa
CANDOR graças a seu compromisso com todo o sistema na busca pela
erradicação total de lesões evitáveis. A MedStar é um exemplo de um
sistema de saúde que pratica a transparência e está adotando práticas
para se comunicar imediatamente com pacientes e familiares na ocorrência
de sérios resultados imprevistos. Além da MedStar, o processo do CANDOR
foi implementado e testado no sistema Christiana Care em Delaware, e na
Dignity Health da Califórnia.

O processo CANDOR foi fundamentado no programa de sete pilares
desenvolvido na Universidade de Illinois, Chicago, e também contou com o
apoio de um subsídio de demonstração da AHRQ em 2010, parte do
compromisso da administração Obama para reduzir lesões evitáveis no
sistema de saúde e processos por responsabilidade médica. O conjunto de
ferramentas on-line do CANDOR proporciona uma estrutura para avaliar a
prontidão, a adesão das principais partes envolvidas – incluindo
seguradoras que oferecem cobertura em responsabilidade – e para agilizar
respostas de apoio e em tempo a eventos inesperados de lesões em
pacientes.

O conjunto de ferramentas está disponível gratuitamente a hospitais e
líderes da área de saúde. Os hospitais que implementaram o CANDOR
obtiveram melhorias nos resultados de segurança de pacientes, elevaram
os índices de satisfação dos pacientes ao envolvê-los, juntamente com
suas famílias, ao longo de todo o processo CANDOR, e presenciaram uma
redução na quantidade de ações de responsabilidade médica. Os hospitais
envolvidos nos subsídios de demonstração da AHRQ em 2010 demonstraram os
seguintes resultados:

  • redução de 40% nos eventos de lesão médica evitável;
  • queda de 40% na quantidade de ações por negligência médica;
  • queda de 80% nos recursos alocados para financiar seguros próprios (de
    US$ 40 milhões para US$ 8 milhões);
  • redução de 80% no prazo para solucionar os casos;
  • redução de 20% nos serviços associados à medicina defensiva.

“A Patient Safety Movement Foundation reconheceu a importância desse
trabalho desde o primeiro dia, e agradecemos seu permanente apoio para
nos ajudar a informar a comunidade de saúde sobre os benefícios do
CANDOR. Lidar de forma franca e transparente com lesões não intencionais
a pacientes não é apenas a atitude certa a tomar, mas também algo
essencial para a nossa capacidade de aprender e realizar melhorias em
nossos sistemas e processos de saúde”, afirmou David Mayer, doutor em
medicina e vice-presidente de qualidade e segurança da MedStar. “Desde
que a MedStar Health passou a adotar os princípios do CANDOR como
componentes fundamentais de seu programa de segurança, o sistema de
saúde viu ser cortado pela metade sua taxa de eventos graves de
segurança. Mas mesmo com este progresso significativo já alcançado, a
MedStar Health não ficará satisfeita até que tenhamos erradicado
totalmente as lesões evitáveis.”

“Estamos profundamente agradecidos e orgulhosos pelo trabalho que o
Dr. Mayer e a MedStar Health estão realizando em colaboração com a
Agência de Pesquisa e Qualidade em Saúde”, declarou Joe Kiani, fundador
da Patient Safety Movement Foundation. “A lamentável verdade é que, em
muitas instituições de saúde, ergue-se um verdadeiro ‘muro de silêncio’
sempre que um paciente sofre alguma lesão durante o tratamento. Ao
promover uma cultura de comunicação aberta, empatia e transparência, os
processos do CANDOR não só ajudarão os pacientes e suas famílias a
superarem uma angustiante tragédia, mas em última análise, conduzirá a
menos mortes evitáveis por meio da revelação e divulgação de como essas
fatalidades ocorrem. O CANDOR é um passo vital rumo à nossa meta de
erradicação das mortes evitáveis até 2020”.

Sobre a Patient Safety Movement Foundation

Mais de três milhões de pessoas de todo o mundo e 200 mil nos EUA morrem
todos os anos em hospitais de maneiras que poderiam ser evitadas. A
Patient Safety Movement Foundation foi estabelecida a partir do apoio da
Masimo Foundation for Ethics, Innovation, and Competition in Healthcare
com o objetivo de erradicar o número de mortes evitáveis até 2020
(0X2020) nos EUA e reduzi-lo radicalmente no mundo todo. O
aperfeiçoamento da segurança de pacientes exigirá um esforço de
colaboração de todas as partes envolvidas, o que inclui pacientes,
prestadores de assistência à saúde, empresas de tecnologia médica,
governos, empregadores e colaboradores privados. A
Patient Safety Movement Foundation atua com todas as partes envolvidas
para lidar com os problemas e soluções no campo da segurança de
pacientes. A fundação realiza também a Cúpula Anual de Segurança de
Pacientes, Ciência e Tecnologia. A cúpula apresenta soluções específicas
e acionáveis para lidar com os desafios da segurança de pacientes,
incentivar empresas de tecnologia médica a compartilhar os dados com
quem adquire seus produtos e pedir que os hospitais estabeleçam
compromissos para implementar soluções acionáveis em segurança de
pacientes. Visite www.patientsafetymovement.org.

@0x2020 #patientsafety #0x2020

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.
As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se
referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que
tem efeito legal.

Contato:

Patient Safety Movement Foundation
Irene Paigah
(858)
859-7001
irene@paigah.com

Fonte: BUSINESS WIRE

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s