Quem são os caminhoneiros conectados à internet?

Estudo sobre o comportamento digital do caminhoneiro mostra novos caminhos para o marketing.

Uma profissão que impacta fortemente a economia e influencia inúmeros setores, os caminhoneiros são fundamentais para o desenvolvimento do país. Estima-se que existam cerca de 2,2 milhões de caminhoneiros no Brasil atuando nos mercados urbano e rodoviário, principalmente neste último, que é de vital importância para o país. O transporte rodoviário representa aproximadamente 60% das cargas nacionais que são movimentadas no país e só os caminhoneiros autônomos, já correspondem a 950 mil do total de profissionais.

Um público tão relevante como esse, apresenta também um potencial como consumidor para diversos segmentos, da venda de caminhões, peças, consumo de serviços a tantas outras oportunidades. E não se pode ignorar também como as mudanças comportamentais influenciam diretamente no perfil de um caminhoneiro que não é mais “ausente e distante de tudo”, sua presença digital mostra um profissional “conectado e antenado”. Dados recentes mostram que 71,8% dos caminhoneiros têm acesso à internet através de aparelhos móveis e mais de 62% acessam a rede diariamente, segundo pesquisa da Sontra Cargo.

Outros dados que reforçam o fato de que o acesso à internet se tornou parte importante da rotina da maioria desse público, foram apresentados pela “Pesquisa CNT de perfil dos caminhoneiros 2016”, da Confederação Nacional do Transporte. Eles indicam que 65,9% dos caminhoneiros entrevistados usam a internet, dos quais 86% acessam via dispositivos móveis (celulares) e, mais de 77% fora do ambiente doméstico. Porém, apesar de conter informações interessantes sobre o perfil do profissional, os dados sobre o uso da internet por esse público ainda são rasos.

Essa relação com a internet vai além de alguns números que impressionam. Para que as marcas consigam dialogar com esse segmento através de ações de marketing eficazes, para gerar mais leads qualificados, engajar o seu público-alvo, aumentar as vendas, entre outros objetivos com investimentos otimizados, é necessário entender mais sobre o comportamento desse público. Um exemplo é que a pesquisa da CNT engloba caminhoneiros que possuem de 18 a 70 anos, mas não traz o dado do uso por idade. A necessidade de investigar e entender quem é o caminhoneiro conectado fez com que a agência DGBZ, especialista em negócios digitais, preparasse uma análise um pouco mais aprofundada sobre o público caminhoneiro, para auxiliar as empresas à desenvolverem ações estratégicas mais assertivas.

O perfil do caminhoneiro conectado

No formato de whitepaper, a análise procura esclarecer melhor algumas questões ainda não contempladas por outras pesquisas, como o perfil, hábitos do consumo de mídia online e os interesses do caminhoneiro, por exemplo – fatores essenciais para estratégias de marketing digital.

O que interessa ao caminhoneiro? Para responder a essa pergunta, foram realizadas pesquisas para identificar as principais fontes de informação e levantados os dados referentes às visitas dos sites, origem do tráfego, engajamento nas redes sociais e potencial das informações para a comunidade.

Uma das informações que chama a atenção é que de 36% das visitas aos sites especializados originam das redes sociais, sendo 99% destas visitas provenientes de cliques em links publicados no Facebook. Comprovando uma preferência por determinada rede e orientando em qual canal é possível conseguir maior atenção dessa comunidade.

A taxa de engajamento do usuário da segmentação se mostrou muito superior se comparados à média do homem brasileiro de mesma idade. Ao detectar que 81% é composto de homens jovens adultos, a segmentação se mostra essencial trazendo observações relevantes sobre o perfil comportamental por idade, gênero e interesses.

O estudo indica caminhos que podem ser seguidos pelas empresas para atingir o público caminhoneiro no Brasil, além de insights que orientam investimentos em mídia, uso de ferramentas e estratégias digitais para engajar com a comunidade. Vale a pena conferir. O material pode ser baixado gratuitamente no link: http://bit.ly/28IWGmG.

Grupo DGBZ
Fazem parte do Grupo DGBZ, além da agência DGBZ, a empresa de logística Prezz, o MeModa, e-commerce de moda local e o BomTrip, agência de viagem especializada em luxo e superluxo. A agência DGBZ é a gestora e responsável pela Comunicação e Marketing; Desenvolvimento de Plataformas Tecnológicas; Modelos de Negócios; Inovação; Operação das Startups e de Projetos Digitais. Desenvolve ações que buscam aproveitar as oportunidades geradas pelas mudanças que o ambiente digital provoca no mundo, adaptando empresas e projetos para esse universo.
Website: http://www.dgbz.com.br/

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s