UE suspende maioria das sanções contra Belarus

UE citou a melhoria nas relações depois que o regime de Alexander Lukashenko libertou, em agosto, os presos políticos ainda detidos

A União Europeia (UE) suspendeu nesta quinta-feira por quatro meses as sanções contra 170 personalidades e três entidades bielorrusas, citando a melhoria nas relações depois que o regime de Alexander Lukashenko libertou, em agosto, os presos políticos ainda detidos.

Lukashenko, que segundo uma fonte europeia faz parte da lista de 170 personalidades, está sujeito desde de janeiro de 2011, um mês depois das eleições que venceu com 80% dos votos e marcadas pela violenta repressão dos opositores.

Em agosto, o presidente libertou seis líderes da oposição.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s