Ação cria retratos de vítimas de Mariana feitos com lama

O projeto "A Arte Nunca Esquece" quer trazer de volta ao debate público a tragédia de Mariana (MG), ocorrida em 5 de novembro de 2015

O projeto “A Arte Nunca Esquece” quer trazer de volta ao debate público a tragédia de Mariana (MG), ocorrida em 5 de novembro de 2015.

Em ação criada pela AlmapBBDO, a Panamericana Escola de Arte e Design enviou o ex-aluno e artista plástico Marcelo Tolentino para visitar a região coberta pela lama e conhecer as histórias de quem perdeu tudo no maior acidente ambiental ocorrido no Brasil.

A lama que devastou a cidade está sendo transformada em arte sob a forma de retratos das vítimas de Mariana.

Acompanhado do fotógrafo Alex Takaki, Marcelo foi até o local da tragédia, conheceu as vítimas e coletou a lama que arrasou com o ecossistema local e com a vida dos habitantes de Mariana. Com este material, iniciou o processo de reproduzir o rosto de quem sentiu na pele os impactos do vazamento de lama.

Para que a obra chegasse ao público certo, os retratos estão expostos nas ruas de Brasília, numa espécie de exposição a céu aberto, próxima ao Congresso Nacional. Assim, os políticos que estiveram ausentes nas duas sessões da Comissão Parlamentar da Câmara dos Deputados que, em março, que discutiriam o caso de Mariana, ambas canceladas por falta de quórum, estão sendo lembrados da tragédia que nunca sairá da memória de suas vítimas.

“A Arte Nunca Esquece” reforça o papel da arte em registrar e traduzir os momentos trágicos da humanidade, como o caso de Picasso com a obra Guernica, que relembra o bombardeio à cidade de Guernica na Guerra Civil Espanhola. A ação, além de voltar a discutir Mariana, pretende colocar na História o semblante e a identidade daqueles que terão que refazer as suas vidas e não estão encontrando respaldo efetivo junto a quem deveria atuar frente à maior tragédia ambiental de 2015.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s