Ação inusitada lembra um ano do ataque ao Charlie Hebdo

Campanha foi desenvolvida pela agência portuguesa Fuel para o jornal Público

São Paulo – O atentado ao jornal Charlie Hebdo, que terminou com a morte de 12 pessoas em Paris, comoveu o mundo todo no começo de janeiro de 2015.

O ataque, que completou um ano, teria sido uma represália aos autores das charges constantemente publicadas no veículo. As ilustrações faziam piadas com o profeta Maomé, mensageiro de Deus para o islamismo.

Como uma forma de relembrar o fato triste, e também como um alerta sobre as agressões à liberdade de imprensa em todo o mundo, o jornal português “Público” resolveu encaminhar um “presente especial” para outros veículos de imprensa e jornalistas independentes de todo o planeta: uma caixa com uma espécie de dinamite dentro.

O explosivo, entretanto, foi feito com inúmeros lápis e traz por trás uma metáfora impactante: “Essa é a nossa arma, não parem de escrever e desenhar sem medo”.

O trabalho foi criado pela agência Fuel, de Lisboa.

Confira o filme:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s