Agência americana cria brinquedos para pessoas com paralisia

A ONG americana Christopher & Dana Reeve Foundation anunciou a criação do projeto Adaptoys

Coisas como andar, pegar um copo ou vestir uma roupa são aparentemente simples para quem tem pleno domínio de suas funções motoras, mas infelizmente impossíveis para muita gente.

Graças à tecnologia e a criatividade de algumas pessoas essa realidade tem mudado bastante para quem tem paralisia.

Quer um exemplo? A ONG americana Christopher & Dana Reeve Foundation anunciou a criação do projeto Adaptoys, que conta com versões adaptadas de brinquedos populares.

A ideia é permitir que as pessoas com paralisia experimentem a alegria de brincar e jogar ativamente com suas famílias.

“A tecnologia tem sido uma ajuda poderosa para pessoas com deficiências. No entanto, existia um vazio nessa área: brinquedos acessíveis”, disse Peter Wilderotter, presidente e CEO da fundação.

“Os Adaptoys vão ajudar a eliminar a desigualdade e recriar um momento de lazer para pais, avós, irmãos, tios ou tias que vivem com paralisia”.

A agência 360i de NY, em parceria com a empresa de tecnologia Axios, criou e desenvolveu os protótipos dos Adaptoys iniciais.

Um carro de controle remoto é alimentado por um headset equipado com um canudo, no qual os usuários podem soprar para acelerar o carro e puxar o ar para dar ré. 

Sensores de movimento no headset movimentam o carro com curvas para a esquerda ou direita de acordo com o movimento da cabeça do utilizador.

Outro brinquedo criado é uma máquina de baseball que arremessa bolas por controle de voz obedecendo comandos que fazem a bola sair com velocidades e direções diferentes.

Para fazer os brinquedos acessíveis chegarem a mais famílias, a Christopher & Dana Reeve Foundation, em parceria com 360i, lançou uma campanha de crowdfunding no site Adaptoys.org.

O ex-jogador de futebol americano Eric LeGrand, que ficou paralisado do pescoço para baixo durante uma partida no MetLife Stadium em 2010, aparece no filme de lançamento dos Adaptoys. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s