Campanha coloca agressor racista e vítima cara a cara

Vídeo "Espelhos do Racismo" traz ação que expõe mensagens de agressores racistas

São Paulo – Na proteção de suas casas, atrás de seus computadores e protegidas pelo anonimato, muitas pessoas acabam revelando seus pensamentos racistas e seus discursos de ódio.

Foi o que aconteceu, por exemplo, em julho de 2015, quando a jornalista Maju Coutinho, do Jornal Nacional, foi vítima de centenas de mensagens racistas.

Em outra ocasião, foi a vez da atriz Taís Araújo ser xingada por racistas na redes sociais.

O caso chocou muitos brasileiros e deixou mais do que óbvio que aquele famoso discurso de “o Brasil não é um país racista” é exatamente isso: não passa de um discurso.

Depois do caso de Maju, a ONG Criola e a agência W3haus criaram a campanha “Espelhos do Racismo”.

Na ação, outdoors com as mensagens reais dos agressores foram espalhados nas regiões onde eles moravam.

A ideia não era expor a identidade da pessoa, mesmo porque o nome dela não aparecia e a foto era totalmente borrada.

A intenção, sim, era levar o “racismo virtual” para o mundo real, mostrar que ele tem consequências na vida real.

Fora de “contexto” e longe da rede social, a mensagem, tão crua e terrível, ganha contornos ainda mais assustadores.

A repercussão do ação foi grande e rendeu prêmios internacionais da área, como o D&AD, o The Webby Awards e o Cannes Lions.

Junto com os prêmios, veio a grande repercussão na mídia internacional.

Agora, a ONG e a W3haus lançaram um pequeno documentário onde mostram como foi feita a ação e qual foi seu resultado.

O vídeo conta com depoimentos fortes de várias pessoas, que contam suas histórias de quando foram vítimas de pessoas racistas.

Mas o ponto alto é no final, quando um dos agressores racistas, cuja mensagem tinha ido parar em um outdoor, aparece.

Ele, que decidiu falar por conta própria, fica frente a frente com uma mulher negra para pedir desculpas.

Assista:

Documentário Espelhos do Racismo. W3haus para ONG Criola from W3haus on Vimeo.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s