Exposição mostra como trabalho infantil destrói sonhos

Para promover a reflexão e o debate sobre a questão, a Agência Um criou para o Ministério Público do Trabalho uma campanha que traz à tona a triste realidade

Em vez de um lápis de cor, um pedaço de madeira. No lugar da mochila, um saco de mandioca. No Brasil, de acordo com o IBGE, o trabalho infantil aumentou 4,5% entre 2013 e 2015. 

Há 3,3 milhões de crianças e adolescentes com idade entre 5 e 17 anos que trabalham de alguma forma. Para promover a reflexão e o debate sobre a questão, a Agência Um criou para o Ministério Público do Trabalho uma campanha que traz à tona a triste realidade.

O resultado é uma exposição de objetos que refletem as realidades de choque experimentadas por pessoas que tem sua escola e sua infância negadas por causa do trabalho infantil. A mostra vai acontecer em lugares públicos; e que evidenciam, em forma de arte, um problema que deve ser combatido por todos.

O trabalho de comunicação também conta com um website que traz histórias reais de crianças, que tiveram sua infância prejudicada pelo fato de terem que trabalhar. 

Nele também há dados sobre a realidade do trabalho infantil no Brasil, assim como fotos e vídeo da exposição. Com a assinatura “Trabalho infantil. Se você se cala, ele não para.”, a campanha ainda conta com algumas peças de mídia impressa.

Confira abaixo as peças que compõem a ação:

(Reprodução/AdNews)

Notícias sobre
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s