Pendrives perdidos guardam memórias de pessoas com Alzheimer

Ação "Memorias Perdidas" foi realizada pela Fundación Alzheimer España

São Paulo – Estima-se que mais de 35 milhões de pessoas no mundo possuem Alzheimer, uma patologia que se apresenta através da perda das habilidades cognitivas.

O dia 21 de setembro ficou conhecido como O Dia Mundial do Alzheimer, data destinada à conscientização sobre os indícios da doença e seu tratamento.

A Fundación Alzheimer España resolveu aproveitar a data para chamar a atenção da sociedade e incentivar o diálogo sobre o assunto. A ideia foi usar uma das principais características da doença, a perda de memória, para suscitar uma reflexão sobre sua gravidade.

Para isso, a organização gravou vídeos em que pessoas recém-diagnosticadas com a doença compartilhavam suas principais memórias antes que perdê-las.

Os arquivos foram salvos em pen drives espalhados pela capital espanhola. Aqueles que encontravam os dispositivos eram convidados a assistir aos vídeos e devolvê-los logo em seguida, como uma forma de devolver as memórias dos portadores da doença.

O resultado da ação “Memorias Perdidas” pode ser conferido no vídeo case abaixo:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s