Um novo jeito de levar a música preferida: tatuar um QR code

A Paim Comunicação resolveu apostar em uma "mídia" pouco convencional para divulgar as produções de um estúdio

LP, cassete, mp3, streaming. Muita coisa mudou e ainda vai mudar na forma de ouvir e distribuir música, o que pode ser um desafio para quem trabalha no segmento e quer impactar o público de forma inusitada.

Nesse sentido, a Paim Comunicação resolveu apostar em uma “mídia” pouco convencional para divulgar as produções de um estúdio.

Em um mix de criatividade e tecnologia, a agência utilizou o QR Code para literalmente marcar a música na pele das pessoas.

A ideia foi criar códigos para músicas, singles, EPs e até álbuns gravados no Estúdio Gorila e tatuá-los nos amantes de música. Basicamente, a proposta é transformar as pessoas em HDs externos ambulantes que carregam consigo suas produções favoritas.

A ação foi lançada com a banda New Age Travellers, em parceria com o estúdio de tatuagem Heráclito Tatoo e a produtora Bandits. Quem fez a tatuagem foi o vocalista Rafael de La Rocha. Todo o artista que gravar no estúdio tem a opção de eternizar sua música na própria pele e distrbuí-la por aí desta forma pouco convencional.

Confira o vídeo case da ação:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s