10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo, homologa delação de Sérgio Machado; em conversa gravada, Renan Calheiros defende fim da delação premiada

Confira as principais novidades do mercado desta quarta-feira (25):

Congresso aprova projeto que altera meta fiscal de 2016

Em votação simbólica, o Congresso Nacional aprovou na madrugada desta quarta-feira, 25, a alteração da meta fiscal que permite um déficit de R$ 170,5 bilhões nas contas do governo central ao final de 2016. 

Com mais de 16 horas de votação, os deputados e senadores votaram ainda 24 vetos presidenciais que trancavam a pauta.

Renan defende mudar lei de delação premiada, diz jornal

O presidente do Senado, Renan Calheiros, defendeu uma mudança na lei da delação premiada, durante conversa gravada com o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

Segundo a Folha de S.Paulo, a intenção de Renan é impedir que um preso se torne delator, que é um procedimento largamente utilizado pela operação Lava Jato.

Teori homologa delação de Sérgio Machado

O ministro Teori Zavascki, do STF, homologou a delação premiada de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro e pivô da exoneração de Romero Jucá do Ministério do Planejamento.

Sérgio Machado gravou conversas com Romero Jucá e com o presidente do Senado, Renan calheiros, que foram obtidas pela Folha de S.Paulo.

Diretor da Aneel critica intervenções do governo

O diretor-geral da Aneel, Romeu rufino, criticou recentes decisões de governo de Dilma Rousseff que, segundo ele, resultaram em menos autonomia para a agência reguladora.

Agora, Rufino tem conversado com o novo dirigente da pasta, Fernando Coelho Filho, e com o Congresso para tentar reverter as medidas, segundo O Estado de S. Paulo.

Ilan Goldfajn se diz animado para sabatina no Senado

O indicado para a presidência do Banco Central, Ilan Goldfajn, se reuniu nesta terça-feira, 24, com o senador Raimundo Lira (PMDB-PB), que será o relator de sua indicação na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).

Ao deixar a visita de cortesia, Ilan afirmou que estava contente com a indicação.

“Eu vim aqui para uma visita de cortesia, o senador vai ser o relator da minha indicação e eu estou muito feliz e muito animado para a minha sabatina num futuro próximo”, se limitou a dizer o futuro presidente do BC.

Por que o otimismo do mercado com pacote Temer foi contido?

O presidente interino Michel Temer e sua equipe econômica anunciaram nesta terça-feira (24) uma série de medidas para tentar reequilibrar as contas públicas e retomar o crescimento do país.

No geral, o mercado reagiu com otimismo, mas a avaliação de analistas e economistas ouvidos por EXAME.com é de que o momento ainda exige cautela, já que parte das medidas precisa ser votada pelo Congresso e os resultados podem não ser suficientes no longo prazo.

A Bolsa, que subia desde cedo, perdeu o fôlego durante a tarde e fechou praticamente estável. Já o dólar, que cedeu para a mínima de R$ 3,54 e logo em seguida inverteu a tendência para alta de até 1,82%, encerrou o pregão em leve baixa.

Endividamento da Cemig deve ficar elevado até 2020

O endividamento da Cemig só deve voltar às metas em 2020, de acordo com projeções divulgadas pela companhia.

Segundo o Valor Econômico, a alavancagem hoje se encontra em 4 vezes a proporção da dívida líquida em relação ao Ebitda, enquanto a meta da empresa é que ela seja de, no máximo, 2,5 vezes.

Itaú nomeia chefe da unidade de gestão de ativos nos EUA

O Itaú Unibanco nomeou Charles Ferraz para chefiar a unidade de gestão de ativos nos Estados Unidos, disse uma fonte familiarizada com o assunto, dando sequência à expansão internacional do banco.    

Ferraz substitui Charles von Breitenbach no comando do ItaúUSA Asset Management, disse a fonte, que pediu anonimato, porque o assunto ainda não é público.

A assessoria de imprensa do Itaú confirmou a nomeação, sem dar mais detalhes.

UE aprova compra da SABMiller por AB InBev, mas com condição

A Comissão Europeia (CE), órgão executivo da União Europeia, deu sinal verde nesta terça-feira à compra da SABMiller, segundo maior grupo cervejeiro do mundo, pela belga-brasileira AB InBev, líder global do setor, com a condição de que os negócios da companhia britânica na Europa sejam vendidos.

“Os europeus compram por ano cerca de 125 bilhões de euros em cerveja, por isso mesmo um pequeno aumento no preço poderia prejudicar consideravelmente os consumidores”, disse a comissária europeia de Concorrência, Margrethe Vestager, em comunicado.

Por essa razão, ela afirmou que “era muito importante garantir que a compra pela AB InBev da SABMiller não diminuísse a concorrência nos mercados europeus de cerveja”.

Euro fecha acordo para desembolsar € 10,3 bi para Grécia

Os ministros das Finanças da zona do euro deram seu aval na madrugada desta quarta-feira para a liberação de uma nova série de empréstimos à Grécia de 10,3 bilhões de euros, com base no terceiro programa de resgate, informou uma fonte europeia à AFP.

O ministro francês das Finanças, Michel Sapin, declarou por sua parte que o acordo foi alcançado na reunião de mais de onze horas dos ministros da Economia dos 19 países da zona do euro.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s