10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Área técnica do TCU produz relatório apontando irregularidades e deve sugerir reprovação das contas do governo em 2015

Confira as principais novidades do mercado desta quarta-feira (01):

TCU deve rejeitar contas de Dilma novamente

A área técnica do TCU (Tribunal de Contas de União) apontou uma série de irregularidades nas contas do governo de 2015, o que fundamentaria a reprovação das demonstrações financeiras, segundo o Valor Econômico.

Entre as irregularidades, os técnicos apontam que o governo usou medida provisória para mudar a destinação de receitas vinculadas, autorizando o uso das receitas de 2014 para cobrir despesas obrigatórias em 2015, o que é proibido por lei.

Ministro da Indústria quer mudar regras trabalhistas

O novo ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic), Marcos Pereira, afirmou à Folha de S.Paulo que tem como meta, no governo interino, alterar regras trabalhistas que possam ser modificadas apenas pelo Executivo, sem passar pela Câmara.

Ele tem se reunido com empresários nos últimos dias, e pretende ser um “facilitador” do setor produtivo no governo.

Transpetro deve ser dividida em duas para venda

A Transpetro, subsidiária de logística da Petrobras, deve ser dividida em duas para facilitar a venda, segundo o jornal O Estado de S. Paulo. A Petrobras deve abrir mão do controle da empresa.

A Transpetro é um dos pilares do programa de desinvestimento da estatal, junto da BR Distribuidora e da Liquigás.

Os desafios de Pedro Parente no comando da Petrobras

Ao contrário do que aconteceu quando Aldemir Bendine assumiu o controle da Petrobras, há pouco mais de um ano, a indicação de Pedro Parente ao cargo foi muito bem recebida.

A Petrobras passa por uma reestruturação desde o início da Operação Lava Jato, que investiga um intrincado esquema de corrupção na empresa.

Nippon Steel já admite dividir Usiminas

A Nippon Steel já considera dividir a Usiminas em duas, para acabar com os conflitos com a outra controladora da companhia, a argentina Ternium, segundo o jornal japonês Nikkei.

A alternativa é a preferida da Nippon, mas outros caminhos podem ser avaliados, de acordo com o Valor Econômico, que ouviu fontes no Brasil.

Indiciamento de Trabuco, do Bradesco, preocupa governo

A equipe econômica do presidente interino Michel Temer está preocupada com o indiciamento do presidente do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco, na operação Zelotes, segundo a Folha de S.Paulo.

Segundo assessores de Temer, a equipe econômica recebeu ligações de executivos do mercado financeiro se dizendo “supresos” e “atônitos”. A recomendação, no entanto, é de “cuidado” para não expor a instituição sem provas cabais de envolvimento.

Trabuco falou com a equipe de Temer e garantiu que o Bradesco não fez nenhum pagamento para tentar obter vantagens em julgamentos.

Vale mudou dados de barragem para dificultar investigações

A mineradora Vale adulterou os dados sobre o volume de lama que era depositada na barragem de Fundão.

Em novembro de 2015, a barragem rompeu em Mariana (MG) e deixou 19 pessoas mortas na comunidade de Bento Rodrigues, que foi devastada pelos dejetos. A Vale, junto com a BHP Billiton, é uma das controladoras da Samarco, responsável pela estrutura.

Em relatório da Polícia Federal obtido pela Folha, a empresa mudou os documentos para confundir as investigacões do crime.

Vale conclui venda de 26,87% na CSA para Thyssenkrupp

A Vale anunciou nesta terça-feira, 31, que concluiu a venda de sua participação minoritária na Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA) para a Thyssenkrupp. As duas companhias eram sócias na CSA.

O negócio foi fechado por um “valor simbólico”, mas inclui cláusula que permite à mineradora obter uma receita caso o controle acionário da CSA seja vendido a um terceiro. A venda é parte da estratégia da Vale de se desfazer de ativos para simplificar seu portfólio e voltar seus esforços para a execução de projetos prioritários, como Serra Sul, em Carajás.

Com a conclusão da transação, a Vale deixa de ter responsabilidade pela dívida da CSA. Entre os compromissos, está a amortização de dois financiamentos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no valor de R$ 1,488 bilhão e R$ 909 milhões, ambos com prazo de vencimento em 2021.

Incêndio atinge armazenagem da Suzano Papel e Celulose

A Suzano Papel e Celulose informou nesta terça-feira que um incêndio atingiu a área de armazenagem de papel de um dos prédios da unidade Suzano (SP).

Segundo a companhia, as chamas já estão sendo controladas pelo Corpo de Bombeiros, e ainda não há informações precisas sobre como teria começado o incêndio. Mais cedo, a companhia afirmou que os esforços estavam focados no controle do fogo.

As ações que mais caíram (e subiram) em maio

O Ibovespa fechou maio com baixa acumulada de 10,1%, interrompendo uma sequência de três meses consecutivos de ganhos. Das 59 ações que compõem o índice, apenas 14 terminaram o período no azul.

No geral, o índice foi prejudicado pela deterioração externa, de olho no aumento de juros nos Estados Unidos, e por ruídos políticos aqui no Brasil. Além disso, a revisão do índice global MSCI também pesou contra a Bovespa no mês.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s