10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Ex-presidente Lula é alvo de nova fase da Lava Jato e operação deve repercutir entre os investidores nesta sexta-feira

São Paulo – Confira as principais novidades do mercado nesta sexta-feira (4)

Lula é alvo de nova fase da operação Lava Jato

A Polícia Federal faz, nesta sexta-feira, uma operação no prédio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho, Fábio Luiz Lula da Silva, o Lulinha. A PF chegou à casa de Lula, em São Bernardo do Campo, às 6 da manhã e permanece no local. A ação faz parte da 24ª fase da operação Lava Jato. O ex-presidente Lula é alvo de mandado de busca e apreensão e de condução coercitiva (será obrigado a prestar esclarecimentos à PF).

Caixa volta a oferecer financiamento de imóveis mais barato

A Caixa Econômica Federal voltou a oferecer a partir desta semana a opção de financiamento de imóveis de até 400 mil reais pela linha Pró-Cotista FGTS, crédito que só não é mais barato do que o oferecido pelo banco para quem estiver enquadrado no programa Minha Casa Minha Vida

Gafisa tem queda de 90% no lucro do 4º trimestre

A incorporadora Gafisa teve lucro líquido de 827 mil reais no quarto trimestre, queda de 90 por cento sobre o mesmo período do ano anterior, afetada pelo resultado negativo do segmento de imóveis econômicos Tenda. O segmento Gafisa teve lucro líquido de 13,8 milhões de reais e a Tenda teve prejuízo de 13 milhões por conta de efeitos não recorrentes.

Brasil cai para a posição de 9ª economia do mundo

Em dólares, o tamanho da economia brasileira diminuiu em um quarto no ano passado. Dados do IBGE e do FMI mostram que o tamanho do PIB do Brasil caiu 24,6% na comparação com 2014 quando convertido para a moeda americana. Levando-se em conta as estimativas do Fundo para o valor do PIB de 189 países, o Brasil foi ultrapassado pela Índia e Itália e, agora, passa a ser a nona maior economia do mundo.

OAS também pagou guarda-móveis para Lula

A empreiteira OAS pagou durante cinco anos pelo aluguel de oito guarda-móveis usados para armazenar parte da mudança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva quando ele deixou o Palácio do Planalto no segundo mandato. No período, a empreiteira teria desembolsado cerca de R$ 1,2 milhão pelos contêineres, ao custo mensal de R$ 20 mil.

Vale estuda acabar com pagamento antecipado de dividendos

A mineradora Vale estuda acabar com a política de pagamento antecipado de dividendos. A ideia é tornar as regras mais flexíveis, compatíveis com um novo cenário de volatilidade da cotação do minério de ferro, afirmou o diretor de Relações com Investidores, Rogério Nogueira. Os detalhes da nova política de pagamento de dividendos ainda estão em análise e vão ser levados para a próxima reunião do conselho, marcada para abril.

Unidade de títulos faz Cetip ter lucro 8,9% maior no 4º tri

A Cetip divulgou lucro líquido de R$ 128 milhões no quarto trimestre de 2015, alta de 8,9% sobre um ano antes. O resultado foi impulsionado por maiores receitas com a unidade de títulos e um rígido controle de despesas, segundo a empresa. Em termos de faturamento bruto, a unidade de títulos teve resultado 20,2% maior, a R$ 251,1 milhões.

Localiza tem lucro líquido de R$ 105,9 milhões no 4º tri

A empresa de gestão de frotas e aluguel de veículos Localiza teve lucro líquido de R$ 105,9 milhões no quarto trimestre, alta de 3,6% sobre um ano antes. “O aumento no aluguel de carros para o segmento de lazer compensou a queda nas demandas corporativas, que foram afetadas pela queda no PIB”, disse a Localiza em seu relatório de resultados.

Nextel Brasil reverte prejuízo e lucra US$ 1,8 milhão

A Nextel Brasil reverteu um prejuízo de US$ 49,3 milhões no quarto trimestre de 2014 em lucro de US$ 1,8 milhão no mesmo perído de 2015. A receita líquida com serviços móveis subiu 48,4% no trimestre. O lucro sobre juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi positivo em R$ 11 milhões, segundo o jornal Valor Econômico.

Dilma condena “vazamentos apócrifos” e pede apuração

Uma das motivações para a alta da bolsa na véspera, segundo analistas, suposta delação feita pelo senador Delcídio do Amaral e publicada pela revista IstoÉ foi rebatida por Dilma Rousseff. Na reportagem, ela é acusada de tentar interferir na Operação Lava Jato. “Os vazamentos apócrifos, seletivos e ilegais devem ser repudiados e ter sua origem rigorosamente apurada, já que ferem a lei, a justiça e a verdade”, disse a presidente em nota.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s