10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Após um impasse que pareceia interminável, a Usiminas assinou nesta sexta-feira acordo com credores brasileiros e japoneses

Confira as principais novidades do mercado nesta sexta-feira (18)

Usiminas firma acordo com credores e ganha fôlego

Após um impasse que pareceia interminável, a Usiminas assinou nesta sexta-feira acordo com credores brasileiros e japoneses para suspender obrigações financeiras da companhia pelo prazo de 120 dias, condicionado à aprovação de proposta de aumento de capital. Os acordos determinam a suspensão da exigência das obrigações de pagamento do montante principal, bem como das obrigações de cumprimento de índices financeiros contidos nos contratos de financiamento da siderúrgica com os credores.

Moro libera novos áudios de ligações do ex-presidente Lula

O juiz federal Sérgio Moro liberou novos áudios interceptados pela Polícia Federal (PF) nos aparelhos telefônicos usados pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante as investigações da Operação Aletheia, que investiga ele e familiares. Em dos áudios, Lula conversa com um de seus funcionários sobre a ida dele ao sítio frequentado por sua família em Atibaia (SP). Além de Lula, também há outras escutas sobre os filhos do ex-presidente, a assessora particular dele, Clara Ant, e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

Justiça derruba uma das liminares sobre nomeação de Lula

A Justiça do Distrito Federal derrubou a liminar da Justiça Federal de Brasília que havia suspendido a nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Uma outra liminar, da Justiça Federal do Rio de Janeiro, que também suspendeu o decreto de nomeação da presidente, continua valendo. A decisão derruba apenas o despacho do juiz Itagiba Cata Preta Neto, que se baseou nos áudios divulgados de conversas de Lula com vários interlocutores para afirmar que a ida do ex-presidente à Casa Civil “implica na intervenção direta” do Executivo nas atividades do Poder Judiciário.

Lula sugere a ministro da Fazenda que pressione Receita

Três dias depois de ter sido levado à força pela Polícia Federal para depor no inquérito da Operação Aletheia, o ex-presidente Lula sugeriu ao ministro Nelson Barbosa, da Fazenda, que pressione a Receita. O petista reclama dos auditores que estão fiscalizando as contas do Instituto Lula. “É preciso acompanhar o que a Receita tá fazendo junto com a Polícia Federal, bicho”, disse Lula, em ligação de 7 de março. “Você precisa se inteirar do que eles estão fazendo no Instituto. Se eles fizessem isso com meia dúzia de grandes empresas, resolvia o problema de arrecadação do Estado.”

Presidente e relator da comissão do impeachment são aliados de Cunha

Aliado do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o deputado federal Rogério Rosso (PSD-DF) foi eleito presidente da comissão especial da Casa que dará parecer sobre o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff. Também aliado de Cunha, o deputado Jovair Arantes (PTB-GO) foi escolhido relator do processo. Apesar de ser da base aliada, Rogério Rosso, que é líder do PSD na Câmara, ainda não se posicionou oficialmente sobre o impeachment. Nos bastidores, contudo, já admite a aliados que poderá votar a favor do impedimento de Dilma.

Queda no dólar faz Banco Central reduzir intervenções no câmbio

O Banco Central vai reduzir a partir desta sexta-feira seus leilões diários de swap de US$ 480 milhões para US$ 180 milhões. Com o dólar em queda nos mercados brasileiro e internacional, a expectativa é que, até o fim do mês, o BC retire US$ 2 bilhões do mercado.

Presidente da Riachuelo defende queda de Dilma

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o presidente da Riachuelo, Flávio Rocha, defendeu a convocação de novas eleições como a melhor saída para a crise no país. No entanto, o executivo considera que as saídas mais viáveis são a renúncia ou o impeachment da presidente Dilma. Rocha distribui elogios ao vice Michel Temer. “Ele é muito preparado e tem um bom programa de governo”.

Prejuízo da Log-In recua 38%,6% no 4º trimestre

A empresa de logística Log-In contabilizou prejuízo líquido de R$ 39,5 milhões no quarto trimestre de 2015. O resultado é 38,6% menor do que o do mesmo período de 2015. Mesmo assim, em todo o ano passado, o prejuízo da companhia aumentou 345,8%, para R$ 375,3 milhões.

Lucro da Copel salta 46% no 4º trimestre

A Companhia Paranaense de Energia (Copel) registrou um lucro líquido de R$ 402,1 milhões no 4º trimestre de 2015, número 46,1% superior aos R$ 275,2 milhões do mesmo período do ano anterior. Na comparação anual, no entanto, o resultado do ano passado foi 5,2% menor do que o de 2014.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s