10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Enquanto 60% dos deputados se mostram favoráveis ao impeachment de Dilma Rousseff, Câmara recorre para não ter de abrir processo contra Michel Temer

São Paulo – Confira as principais novidades do mercado desta sexta-feira (8):

60% dos deputados se mostram favoráveis a impeachment de Dilma

Um levantamento da Folha de S.Paulo mostrou que 60% dos deputados federais (308 parlamentares) estão dispostos a escolher impeachment da presidente, em votação que está marcada para o domingo (17).

O número, no entanto, ainda não é suficiente para que o processo seja aprovado: levando em conta que todos os 513 deputados votem, seriam necessários 342 a favor do impeachment (67% do total).

Câmara recorre para não abrir impeachment de Temer

A Câmara dos Deputados enviou recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) questionando a decisão de reabertura de um processo de impeachment contra o vice-presidente, Michel Temer (PMDB).

O pedido já tinha sido arquivado pelo presidente da casa, Eduardo Cunha (também do PMDB), o que, segundo advogado, desrespeita a orientação da Corte sobre a competência do presidente da Câmara.

Janot muda parecer e pede para STF anular posse de Lula

Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal (STF), o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, mudou de opinião e, agora, se mostra favorável à anulação da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como ministro-chefe da Casa Civil.

O julgamento sobre a questão deverá ser realizado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no dia 20 de abril.

Delação de Andrade Gutierrez confirma propina em Belo Monte

A delação premiada dos executivos da Andrade Gutierrez aponta pagamento de cerca de R$ 150 milhões em propina na obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, o que equivale a 1% do valor total da obra.

A delação de executivos da Camargo Corrêa já havia apontado propina de 1% na Usina de Belo Monte. A partir dessas revelações, a Lava Jato obteve confirmação da Andrade Gutierrez, que liderava do “consórcio da propina”.

Com prejuízo, estatais cortam pagamento de dividendos ao governo

O prejuízo das empresas estatais no ano passado está ameaçando o pagamento de dividendos, uma fonte importante de recursos do Tesouro Nacional, de acordo com o Valor Econômico.

Petrobras, Eletrobras e Correios já anunciaram que não vão remunerar os acionistas este ano. Outras cinco empresas ainda não pagaram os benefícios.

Com isto, o jornal calcula que o Tesouro Nacional deve registrar em 2016 a menor receita com dividendos em 16 anos.

Bovespa vende fatia na CME para comprar Cetip

A BM&FBovespa anunciou a venda da sua participação na CME, que equivale a 4% do capital da operadora de Bolsa de Chicago, para reunir recursos para aquisição da Cetip, negociadora de títulos brasileira.

Os conselhos de administração da Bovespa e da Cetip teriam se reunido ontem para aprovar o negócio, e o anúncio pode ser feito ao longo desta sexta-feira.

CVM rejeita acordo com ex-diretores do BB no caso Visanet

A Comissão de Valores Mobiliários rejeitou uma proposta de acordo apresentada pelos ex-diretores do Banco do Brasil Fernando Barbosa de Oliveira e Paulo Euclides Bonzanini, no caso do Fundo Visanet. O processo administrativo apura possíveis irregularidades dos executivos no repasse de recursos a agências de publicidade, incluindo a DNA Propaganda, em ações de marketing desenvolvidas pelo fundo.

O terceiro acusado é Henrique Pizzolato, condenado pelo Supremo Tribunal Federal no mensalão a 12 anos e sete meses de reclusão pelos crimes de peculato, corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Tráfego de passageiros da Latam sobe 4% no 1º trimestre

O tráfego de passageiros da Latam Airlines subiu 4 cento no primeiro trimestre sobre o mesmo período do ano passado, apoiado em operações internacionais em países de língua espanhola e contido por queda registrada no Brasil.

A Latam, formada pela chilena LAN e pela brasileira TAM, afirmou que o resultado no trimestre foi obtido após um aumento de 3,6 por cento em março sobre o mesmo mês do ano passado.

A operação internacional de passageiros da empresa cresceu 9,8 por cento em março e 10,5 por cento nos três primeiros meses deste ano.

Justiça determina encerramento da falência da Eletronet

A Eletrobras comunicou nesta noite de quinta-feira, 7, que a juíza da 5ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro decretou o encerramento da falência da Eletronet.

Com isso, a empresa será devolvida para seus acionistas, a LT Bandeirante Empreendimentos e a Eletrobras Participações (Eletropar).

A Eletronet é uma empresa criada pelo governo federal em 1999 para administrar a rede de fibras ópticas das subsidiárias da Eletrobras. Pouco depois de criada, o governo federal leiloou 51% das ações ao grupo AES. Os 49% ficam com as subsidiárias elétricas, reunidas na atual Eletropar, que à época se chamava Lightpar. Em 2002, a Eletropar assumiu o controle da Eletronet, por falta de cumprimento do plano de investimentos pela AES.

CVM rejeita acordo em caso de uso de informação no grupo SEB

O colegiado da CVM rejeitou uma proposta de termo de compromisso de Marco Flávio Tenuto Rossi, ex-diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Sistema Educacional Brasileiro (SEB).

Ele foi acusado de ter repassado informações privilegiadas a respeito da venda indireta do controle da companhia e de não ter divulgado imediatamente fato relevante diante das oscilações atípicas de volume e de cotação das units da empresa.

O caso ocorreu em julho de 2010, depois que a CVM detectou que as units SEBB11 apresentaram aumento no volume negociado e na cotação. Pouco tempo depois a companhia anunciou a venda indireta do seu controle para o grupo editorial britânico Pearson Education do Brasil.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s