10 novidades sobre o mercado que você precisa saber

Supremo julga hoje a nomeação de Lula para a Casa Civil, enquanto Temer continua montando base de apoio a possível governo e Dilma decide se vai a NY

Confira as principais novidades do mercado desta quarta-feira (20)

STF julga hoje validade da nomeação de Lula para Casa Civil

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve decidir hoje (20) sobre a validade da nomeação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para ocupar o cargo de ministro-chefe da Casa Civil.

Os ministros vão julgar recursos protocolados pela defesa do ex-presidente e a Advocacia-Geral da União (AGU). Os advogados de Lula argumentam que não há impedimento legal para que ele assuma a Casa Civil.

Eleição da comissão do impeachment é adiantada para segunda-feira

O Senado vai eleger na próxima segunda-feira, dia 25, a comissão especial que analisará o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. A reunião estava inicialmente marcada para terça.

Com essa solução, o prazo de 48 horas para as indicações foi mantido, vencendo na sexta-feira, já que quinta-feira é feriado nacional.

Dilma vai à ONU em Nova York e deve denunciar golpe

A presidente Dilma Rousseff pode ir a Nova York para a assinatura do Acordo de Paris sobre Mudança Climática, na sexta-feira, e cogita denunciar os ataques ao seu mandato na tribuna.

A viagem tinha sido suspensa após a aprovação do processo de impeachment na Câmara, mas a possibilidade está sendo novamente considerada, por dar a oportunidade de falar com líderes internacionais sobre o momento político do país.

Temer avalia reajuste no Bolsa Família e chama tucano para AGU

Uma ala da equipe do vice-presidente Michel Temer defende que, se ele vier a assumir a presidência, priorize mudanças no Bolsa Família. A intenção é aumentar o pagamento, mas isso só vai ocorrer por meio de cortes em outras pastas.

Na frente política, a Folha de S.Paulo noticiou que o vice chamou o secretário de Segurança do Estado de São Paulo, Alexandre de Moraes, para comandar a Advocacia Geral da União, e que o PSDB quer José Serra na Fazenda para apoiar o governo de Temer.

Petrobras perdeu R$1,9 bi em 4 contratos com Andrade, diz PF

Um novo laudo pericial da Polícia Federal aponta que em quatro contratos vencidos pela Andrade Gutierrez dentro do esquema de cartel e corrupção na Petrobras pode ter havido um prejuízo de R$ 1,98 bilhão.

São contratos assinados entre 2006 e 2009 nas refinarias Replan, em Paulínia (SP), Regap, em Minas Gerais, Rlam, na Bahia, e no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que analisados dentro de um conjunto de licitações, confirma a cartelização e o favorecimento ao grupo das 16 empreiteiras que fatiavam obras na estatal.

Petrobras altera participação nos lucros e deve desagradar sindicatos

O comando da Petrobras quer mudar a forma de pagamento da participação nos lucros, que hoje é baseado principalmente no desempenho de produção da empresa.

A ideia dos executivos é fazer com que o benefício seja pago com base no resultado econômico, o que pode provocar mais um embate com funcionários.

Segundo o novo plano, a relevância da produção vai cair de 80% de importância no bônus para 10%; enquanto isso, a meta financeira vai definir 65% do benefício.

Odebrecht dá calote em dívida de US$ 9,6 milhões

A Odebrecht Óleo e Gás deixou de pagar US$ 9,6 milhões em juros de um título em dólares emitido no exterior, que venciam na última sexta-feira.

Com isso, segundo O Estado de S. Paulo, os credores agora podem exigir o pagamento imediato de toda a dívida da companhia.

Conselho nega pedido da Samarco para não pagar R$112 milhões

O Conselho Estadual de Política Ambiental de Minas Gerais (Copam) negou pedido feito pela Samarco para o não pagamento da multa de R$ 112 milhões aplicada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Semad) à empresa pelo rompimento da barragem em Mariana no dia 5 de novembro do ano passado.

Dezoito pessoas morreram na tragédia. Uma ainda está desaparecida. A lama que vazou da represa contaminou o Rio Doce e a região costeira de Linhares (ES), na foz do curso d’água.

O balanço das siderúrgicas e metalúrgicas nos últimos 7 anos

O ano de 2015 foi desafiador para as empresas de siderurgia e metalurgia no Brasil. Elas tiveram de enfrentar a concorrência com o aço chinês e a queda da demanda interna, corroída pela crise.

Segundo levantamento feito pela Economatica com 14 companhias, as vendas no setor caíram 1% entre 2014 e o ano passado, passando de 79,6 bilhões de reais para 78,8 bilhões de reais.

Intel cortará 12 mil empregos no mundo todo

A Intel disse que cortaria 12 mil empregos mundialmente, ou 11 por cento de sua força de trabalho global, com a empresa fazendo uma transição de seus negócios tradicionais de vendas de chips usados em computadores pessoais.

A empresa também disse nesta terça-feira que a diretora financeira Stacy Smith assumirá um novo cargo liderando as vendas, produção e operações. A Intel disse que começará um processo de buscas formal por um sucessor.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s