Ações da Renault desabam por medo de novo caso Volks

A queda aconteceu depois que sindicato informou que agentes da direção geral de Concorrência, do Consumo e da Repressão da Fraude averiguam departamentos

Paris – O valor das ações da Renault desabou 19,17% na metade da sessão desta quinta-feira na Bolsa de Valores de Paris, depois de divulgado que a Justiça da França revistou vários escritórios do grupo automobilístico.

A queda dos títulos aconteceu depois que o sindicato CGT informou que agentes da direção geral de Concorrência, do Consumo e da Repressão da Fraude averiguam os departamentos de “homologação e montagem dos controles de motor”.

Segundo esse sindicato, as pesquisas poderiam estar relacionadas com “as consequências do caso dos motores alterados da Volkswagen”.

A forte queda na bolsa das ações da Renault também afetou a segunda maior montadora francesa, a PSA Peugeot Citroën, cujos títulos caíam 8,81%. 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s