As ações mais indicadas para junho, segundo 20 corretoras

Papéis com maior peso no Ibovespa são os mais indicados pelos analistas; Itaú lidera pelo terceiro mês seguido, com 13 recomendações

São Paulo – Assim como nos últimos dois meses, as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) lideraram as indicações de corretoras para junho. Os papéis do banco foram sugeridos em 13 das 20 carteiras recomendadas de ações recebidas por EXAME.com.

A segunda colocação ficou com a Ambev (ABEV3), que recebeu 12 recomendações para este mês. O terceiro lugar ficou com o papel da varejista Renner (LREN3), que foi citado 10 vezes.

No mês de maio, a carteira com pior desempenho foi a do BB Investimentos, que registrou desvalorização de 11,2%, uma queda maior que o resultado do Ibovespa, que cedeu 10%. Na outra ponta, a carteira da Guide apresentou o melhor desempenho, uma leve alta de 0,42%.

No geral, as justificativas para a recomendação do Itaú citam que ele é um dos maiores bancos do Brasil e apresenta os melhores índices de rentabilidade do setor.

“Ao longo dos últimos anos o banco tem mantido uma política de controle de custos muito efetiva, além de critérios de concessão de crédito mais ajustados, o que tem permitido ao banco manter níveis de inadimplência muito baixos”, disse a Geral Investimentos. 

Já a Socopa disse que enxerga o papel do Itaú como uma combinação de múltiplos atrativos, boa gestão e forte capacidade de entrega de resultados. “Independente de fundamentos, porém, principal ‘driver’ do papel deve continuar sendo o forte ingresso de capital estrangeiro na Bovespa“, afirmou.

Para a Ambev, as justificativas elogiaram os balanços da empresa. A Citi Corretora ressaltou que a empresa tem bom histórico de resultados, mesmo em ambientes econômicos desafiadores, com forte geração de caixa e distribuição regular de dividendos.

“Seguimos com perspectiva positiva para o desempenho ao longo do ano, com guidance da administração apontando para possibilidade de expansão de margens”, afirmou a Citi.

Sobre a Renner, as avaliações foram de que ela se beneficiou de um maior ingresso de capital estrangeiro na Bolsa e que ela está descontada em relação aos pares no setor.

Além disso, as corretoras também citaram que a expectativa de corte de juros também beneficia a companhia. “Lembramos que a companhia é um dos players mais bem preparados para surfar o momento macroeconômico mais desafiador que o país atravessa”, disse a Socopa.

Perspectivas

Segundo a corretora do Bradesco, o tombo de 10% do Ibovespa em maio não foi uma surpresa, já que houve uma transição entre um cenário pautado em expectativas de mudança do governo para um quadro pautado em medidas estruturais e reformas.

A avaliação da corretora é de que os resultados das empresas devem ter uma melhora significativa até o próximo ano, ajudados pelo câmbio mais forte, pela melhora no mercado de crédito, pela desalavancagem e corte de custos, além da recuperação dos preços de commodities.

A Bradesco espera que o Ibovespa chegue próximo aos 60 mil pontos no fim de 2016, dependendo do sucesso de uma reforma estrutural no país que vai permitir a melhora dos balanços das empresas, além de um cenário externo mais favorável.

A Socopa, porém, é um pouco mais cautelosa: “olhando para frente, se de um lado há a melhora nos indicadores de confiança do mercado (…), há de se ponderar que o cenário político-econômico doméstico está permeado de incertezas e, portanto, devemos continuar observando forte volatilidade nos mercados financeiros”.

Para este mês, o BB Investimentos recomendou atentar para fatores externos, como a maior probabilidade de aumento de juros nos Estados Unidos em julho.

“Caso continue a subir esta plausibilidade, os agentes anteciparão [para junho] sua precificação sobre os ativos e os mercados de renda variável deverão sofrer revezes”, disse.

“Já na China, os dados divulgados indicam que a desaceleração econômica prosseguiu, podendo pressionar para baixo ainda mais os preços das commodities e impactar negativamente as economias emergentes“, completou.

Carteiras

Confira a seguir as recomendações das corretoras para o mês de junho.

Ativa

Desempenho em maio: -3,09%. Desempenho em 2016: 2,64%.

Ações incluídas: Nenhuma. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 10
BR Malls (BRML3) ND 10
Equatorial (EQTL3) ND 15
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 15
Lojas Americanas (LAME4) ND 10
Metal Leve (LEVE3) ND 10
Petrobras (PETR4) ND 10
Raia Drogasil (RADL3) ND 10
Suzano (SUZB5) ND 5
Via Varejo (VVAR11) ND 5

Banco do Brasil

Desempenho em maio: -11,2%. Desempenho em 2016: 10,8%.

Ações incluídas: Cielo, Equatorial, Fibria, Itaú Unibanco, Renner, Raia Drogasil e Suzano.

Ações retiradas: Bradesco, BRF, Metalúrgica Gerdau, M.Dias Branco, Petrobras, Localiza, Sabesp, Trans. Paulista e Vale.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
CCR (CCRO3) ND 10
Cielo (CIEL3) ND 10
Equatorial (EQTL3) ND 12,5
Fibria( FIBR3) ND 12,5
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 20
Renner (LREN3) ND 10
Raia Drogasil (RADL3) ND 12,5
Suzano (SUZB5) ND 12,5

Benndorf

Desempenho em maio: -3,92%. Desempenho em 2016: 13,19%.

Ações incluídas: Cosan. Ações retiradas: Petrobras, BR Malls, BM&Fbovespa.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 9
Cetip (CTIP3) ND 9
Klabin (KLBN11) ND 9
Ultrapar (UGPA3) ND 8
Renner (LREN3) ND 8
Cielo (CIEL3) ND 8
Equatorial (EQTL3) ND 7
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 7
Weg (WEGE3) ND 7
BB Seguridade (BBSE3) ND 7
Sabesp (SBSP3) ND 7
Cosan (CSAN3) ND 7
CCR (CCRO3) ND 7

Bradesco

Desempenho em maio: -4%. Desempenho em 2016: 8%.

Ações incluídas: Rumo, Sulamérica e MRV. Ações retiradas: CCR, Aliansce e Cielo.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Rumo (RUMO3) 9 10
Estácio (ESTC3) 19 10
BRF (BRFS3) 65 10
Sulamérica (SULA11) 21 10
MRV (MRVE3) 13 10
Renner (LREN3) 27 10
BB Seguridade (BBSE3) 35 10
Hypermarcas (HYPE3) 36 10
M.Dias Branco (MDIA3) 100 10
Localiza (RENT3) 35 10

Citi Corretora

Desempenho em maio: -3,6%. Desempenho em 2016: 3,4%.

Ações incluídas: Nenhuma. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
AES Tietê (TIET11) 16,3 10
Ambev (ABEV3) 23 10
BB Seguridade (BBSE3) 32 10
BRF (BRFS3) 74 10
CCR (CCRO3) 18 10
Cielo (CIEL3) 33,33 10
Cosan (CSAN3) 37 10
Embraer (EMBR3) 28,99 10
Iguatemi (IGTA3) 27,5 10
Sabesp (SBSP3) 32,5 10

Coinvalores

Desempenho em maio: -9,74%. Desempenho em 2016: 3,82%.

Ações incluídas: Smiles e Fibria. Ações retiradas: Multiplus.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Bradesco (BBDC4) ND 6
Ultrapar (UGPA3) ND 8
Cetip (CTIP3) ND 8
Fibria (FIBR3) ND 6
Gerdau (GGBR4) ND 6
Copel (CPLE6) ND 8
CCR (CCRO3) ND 8
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 8
Suzano (SUZB5) ND 6
Raia Drogasil (RADL3) ND 8
Smiles (SMLE3) ND 8
Vale (VALE5) ND 6
Valid (VLID3) ND 6
Weg (WEGE3) ND 8

Elite

Desempenho em maio: -8,33%. Desempenho em 2016: 13,73%.

Ações incluídas: Nenhuma. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 10
BB Seguridade (BBSE3) ND 10
Bradesco (BBDC4) ND 5
BRF (BRFS3) ND 5
Cetip (CTIP3) ND 5
Fibria (FIBR3) ND 5
Hypermarcas (HYPE3) ND 5
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 15
Kroton (KROT3) ND 5
Localiza (RENT3) ND 5
Renner (LREN3) ND 5
Petrobras (PETR4) ND 5
Qualicorp (QUAL3) ND 5
Taesa (TAEE11) ND 5
Ultrapar (UGPA3) ND 5
Vale (VALE5) ND 5

Geração Futuro

Desempenho em maio: -10,51%. Desempenho em 2016: 9,33%.

Ações incluídas: Ambev, Bradesco, Equatorial, Suzano e Ultrapar. Ações retiradas: BM&FBovespa, Hypermarcas, Itaú Unibanco, Ligth e CSN.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 10
Cielo (CIEL3) ND 10
Equatorial (EQTL3) ND 10
Hypermarcas (HYPE3) ND 10
Cosan (CSAN3) ND 10
Multiplan (MULT3) ND 10
Bradesco (BBDC4) ND 10
Cetip (CTIP3) ND 10
Suzano (SUZB5) ND 10
Ultrapar (UGPA3) ND 10

Geral Investimentos

Desempenho em maio: -1,32%. Desempenho em 2016: 3,91%.

Ações incluídas: Renner. Ações retiradas: BRF.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 10
AES Tietê (TIET11) ND 10
BB Seguridade (BBSE3) ND 10
Cielo (CIEL3) ND 10
Hypermarcas (HYPE3) ND 10
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 10
Renner (LREN3) ND 10
Raia Drogasil (RADL3) ND 10
São Martinho (SMTO3) ND 10
Ultrapar (UGPA3) ND 10

Gradual Investimentos

Desempenho em maio: -5,73%. Desempenho em 2016: 7,63%.

Ações incluídas: Nenhuma. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
CCR (CCRO3) ND 10
Cosan (CSAN3) ND 10
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 10
Minerva (BEEF3) ND 10
Pão de Açúcar (PCAR4) ND 10
Suzano (SUZB5) ND 10
JBS (JBSS3) ND 10
Triunfo (TIPS3) ND 10
Valid (VLID3) ND 10
Weg (WEGE3) ND 10

Guide Investimentos

Desempenho em maio: 0,42%. Desempenho em 2016: 5,04%.

Ações incluídas: Fleury e Itaú Unibanco. Ações retiradas: BRF e Bradesco.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
CCR (CCRO3) ND 10
Cetip (CTIP3) ND 10
Equatorial (EQTL3) ND 10
EZTec (EZTC3) ND 10
Hypermarcas (HYPE3) ND 15
Itaúsa (ITSA4) ND 10
Klabin (KLBN11) ND 10
São Martinho (SMTO3) ND 10
Suzano (SUZB5) ND 5
Ultrapar (UGPA3) ND 10

Lerosa

Desempenho em maio: -3,09%. Desempenho em 2016: -2,93%.

Ações incluídas: Bradesco e Embraer. Ações retiradas: BB Seguridade e Minerva.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 10
Bradesco (BBDC4) ND 10
BRF (BRFS3) ND 10
Cetip (CTIP3) ND 10
Embraer (EMBR3) ND 5
Hypermarcas (HYPE3) ND 10
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 10
Klabin (KLBN11) ND 10
Renner (LREN3) ND 10
Suzano (SUZB5) ND 10
AES Tietê (TIET11) ND 5

Magliano

Desempenho em maio: -5,55%. Desempenho em 2016: 6,2%.

Ações incluídas: Fleury e Itaú Unibanco. Ações retiradas: BRF e Bradesco.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) 22,92 10
Comgas (CGAS3) 60,95 10
Cielo (CIEL3) 52,34 10
Cetip (CTIP3) 41,4 10
Fleury (FLRY3) 27 10
Itaú Unibanco (ITUB4) 45,42 10
Porto Seguro (PSSA3) 46,2 10
Raia Drogasil (RADL3) 51,2 10
Ultrapar (UGPA3) 85,1 10
Vale (VALE3) 22,7 10

Planner

Desempenho em maio: -7,53%. Desempenho em 2016: 5,34%.

Ações incluídas: Ambev, Natura e SLC Agrícola. Ações retiradas: Copel, Minerva e Pão de Açúcar.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) 20,31 12
Bradesco (BBDC4) 26,36 12
BRF (BRFS3) 67 10
Estácio (ESTC3) 15,7 8
Grendene (GRND3) 18 8
Klabin (KLBN11) 23 10
Renner (LREN3) 21,5 10
Natura (NATU3) 24 8
SLC Agrícola (SLCE3) 22,9 10
Weg (WEGE3) 15,64 12

Quantitas

Desempenho em maio: -5,92%. Desempenho em 2016: 9,73%.

Ações incluídas: Renner, BB Seguridade e Grendene. Ações retiradas: Cielo, Banco do Brasil e Braskem.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 10
BB Seguridade (BBSE3) ND 10
Bradesco (BBDC4) ND 10
Grendene (GRND3) ND 10
Renner (LREN3) ND 10
M.Dias Branco (MDIA3) ND 10
Guararapes (GUAR3) ND 10
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 10
Klabin (KLBN11) ND 10
Randon (RAPT4) ND 10

Rico

Desempenho em maio: -7,97%. Desempenho em 2016: 3,57%.

Ações incluídas: todas as ações são novas. Ações retiradas: Alupar, BM&Fbovespa, BR Malls, Cielo, Eletropaulo, Petrobras, Raia Drogasil, Santander, Ser Educacional e Weg.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Braskem (BRKM5) ND 10
Ambev (ABEV3) ND 10
BRF (BRFS3) ND 10
Weg (WEGE3) ND 10
Telefônica Brasil – Vivo (VIVT4) ND 10
BB Seguridade (BBSE3) ND 10
Odontoprev (ODPV3) ND 10
Fibria (FIBR3) ND 10
Ânima (ANIM3) ND 10
Alpargatas (ALPA4) ND 10

Santander

Desempenho em maio: -8,61%. Desempenho em 2016: 1,55%.

Ações incluídas: Klabin. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
AES Tietê (TIET11) 18,7 8
Banco do Brasil (BBAS3) 19,5 14
BB Seguridade (BBSE3) 36 9
Cielo (CIEL3) Em revisão 9
Estácio (ESTC3) 16,5 10
Itaú Unibanco (ITUB4) 33 12
Klabin (KLBN11) 25 9
Localiza (RENT3) 35 10
Petrobras (PETR3) Em revisão 9
Rumo (RUMO3) 7 10

Socopa

Desempenho em maio: -1%. Desempenho em 2016: 8,74%.

Ações incluídas: Nenhuma. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Cielo (CIEL3) ND 20
Localiza (RENT3) ND 20
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 20
Even (EVEN3) ND 20
Renner (LREN3) ND 20

Walpires

Desempenho em maio: -9,61%. Desempenho em 2016: -6,71%.

Ações incluídas: Ambev, Cosan, Embraer, Fibria, Natura, Raia Drogasil e Rumo. Ações retiradas: Marisa, Kroton, M.Dias Branco, Petrobras, Santander, Vale e Weg.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Ambev (ABEV3) ND 25
Cosan (CSAN3) ND 10
Embraer (EMBR3) ND 15
Fibria (FIBR3) ND 10
M.Dias Branco (MDIA3) ND 10
Natura (NATU3) ND 10
Raia Drogasil (RADL3) ND 10
Rumo (RUMO3) ND 10

XP Investimentos

Desempenho em maio: -6,4%. Desempenho em 2016: 4,6%.

Ações incluídas: Nenhuma. Ações retiradas: Nenhuma.

Ação Preço-alvo, em R$ Peso, em %
Itaú Unibanco (ITUB4) ND 30
BM&FBovespa (BVMF3) ND 15
BB Seguridade (BBSE3) ND 15
Lojas Americanas (LAME4) ND 12
Renner (LREN3) ND 10
Ultrapar (UGPA3) ND 8
Ecorodovias (ECOR3) ND 10

Atualizada às 9h30.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s